Os turistas estrangeiros desembolsaram um total de US$ 20,4 bilhões em despesas relacionadas a viagens e atividades turísticas nos Estados Unidos, registrando um aumento significativo de 25% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Esse montante representa o mais alto nível de gastos mensais para o mês de fevereiro desde o início dos registros históricos em 1960.

As compras de bens e serviços vinculados ao turismo por parte dos visitantes internacionais atingiram a marca de US$ 11,9 bilhões em fevereiro de 2024, em comparação com US$ 9 bilhões no mesmo período de 2023, refletindo um aumento superior a 31% em relação ao ano anterior. Esses gastos englobam uma variedade de itens, como alimentação, hospedagem, recreação, presentes, entretenimento e transporte local nos Estados Unidos, entre outros aspectos relacionados às viagens internacionais.

Por outro lado, os cidadãos norte-americanos destinaram um valor recorde de US$ 21,1 bilhões em despesas com viagens para o exterior durante o mesmo mês de fevereiro. Esse cenário resultou em um déficit na balança comercial de US$ 732 milhões para o mês, interrompendo uma sequência de sete meses consecutivos de superávit no comércio relacionado a viagens e turismo (diferença entre exportações e importações).