Twitch demitiu todos os membros do Conselho Consultivo de Segurança que atua na plataforma de streaming, nesta sexta-feira (31). Em comunicado interno, a empresa avisou aos membros sobre a decisão no dia 6 de maio. O email informava que os contratos seriam encerrados, e que a empresa não faria os pagamentos programados para o segundo semestre de 2024.

O Conselho Consultivo de Segurança foi formado pela Twitch em 2020, e contava com nove especialistas na área. Os membros eram responsáveis por prestar consultoria sobre questões relacionadas ao uso seguro da plataforma. Isso envolvia temas como o acesso da plataforma por crianças, nudez, usuários banidos, discurso de ódio, entre outros possíveis problemas.

Integrantes especialistas do Conselho Consultivo de Segurança da Twitch recebiam até US$ 20 mil por um contrato de 12 meses.Integrantes especialistas do Conselho Consultivo de Segurança da Twitch recebiam até US$ 20 mil por um contrato de 12 meses.Fonte:  GettyImages 

De acordo com a empresa, durante os quatro anos em atividade, o Conselho ajudou a Twitch na “elaboração de novas políticas e atualizações de políticas”, no “desenvolvimento de produtos e recursos para melhorar a segurança e a moderação” e na “proteção de interesses de grupos marginalizados”.

Entre os membros do Conselho Consultivo de Segurança, estavam profissionais como o Dr. Sameer Hinduja (codiretor do Centro de Pesquisa sobre Cyberbullying). Segundo a CNBC, os integrantes recebiam entre US$ 10 mil (R$ 52,2 mil) e US$ 20 mil (R$ 104,5 mil) por um contrato de 12 meses.

Especialistas serão substituídos pelos embaixadores

No lugar dos especialistas, a Twitch informou que o Conselho seguirá funcionando com a ajuda dos embaixadores da companhia. Periodicamente, alguns streamers são eleitos como “embaixadores” por sua contribuição e o impacto positivo causados ao longo do uso da plataforma. Atualmente, são mais de 180 usuários com essa designação em todo o mundo.

A Twitch disse que os embaixadores serão capazes de diversificar ainda mais as perspectivas relacionadas ao bom uso da plataforma. A empresa, no entanto, não informou se eles serão pagos pela nova função.

Ultimamente, a IA tem impulsionado o discurso de ódio e os golpes virtuais.Ultimamente, a IA tem impulsionado o discurso de ódio e os golpes virtuais.Fonte:  GettyImages 

A decisão da Twitch em demitir profissionais experientes na moderação de conteúdo e em questões sociais relacionadas ao uso de plataformas digitais bate de frente com o aumento do discurso de ódio e a disseminação de notícias falsas, ambos impulsionados pela IA.



Source link