Além dos novos iPads Air e Pro, do processador M4 e da Apple Pencil Pro, o evento Let loose da Apple, realizado na terça-feira (7), teve outra atração que pode ter passado despercebida por muitas pessoas. Estamos falando do tênis da Nike usado pelo CEO da big tech, Tim Cook, como revelou o site Hypebeast.

Trata-se de um modelo Nike Air Max 1 ‘86 customizado exclusivamente para o executivo usar durante a estreia dos novos dispositivos. O design da versão foi criado no iPad Pro e com a nova geração da caneta inteligente, com a sua fabricação envolvendo materiais sustentáveis, de acordo com a Apple.

O calçado tem corpo e sola feitos em malha esbranquiçada, enquanto a área inferior apresenta um efeito de “onda” suave e padrão de cores baseado no arco-íris. Já o logotipo da marca (swoosh) traz uma costura decorativa e o calcanhar ganhou linhas que remetem à recém-lançada Apple Pencil Pro.

Entre os diferenciais, também vale destacar a frase “Made on iPad” ou “Feito no iPad”, em tradução livre, aparentemente escrita com a Pencil Pro, que pode ser vista na lingueta do tênis. O pequeno detalhe fará certamente a alegria dos colecionadores.

O Nike Air Max 1 ‘86 de Tim Cook estará à venda?

Se você curtiu o tênis usado por Tim Cook no evento da Apple, é bom não se empolgar demais, pois ter um igual pode se tornar uma tarefa complicada. De acordo com a publicação, o par foi criado apenas para a transmissão ao vivo e não estará à venda.

Ou seja, para comprar o modelo será preciso aguardar que ele seja leiloado, o que provavelmente deve demorar algum tempo para acontecer. Neste caso, a solução seria investir na versão convencional do Nike Air Max 1 ‘86, cujo preço sugerido pela fabricante gira em torno de R$ 800, atualmente.

É importante lembrar que o executivo chefe da Apple possui relação com a Nike desde 2005, quando o cofundador da marca, Phil Knight, o convidou para se tornar membro do conselho de administração da empresa. Em 2016 ele ganhou um novo cargo no conselho, passando a atuar como diretor líder independente.





Source link