A primavera chegou e com ela as tendências para este ano. Alguns destaques: tudo azul claro (quase um antídoto para o vermelho, mas um complemento chance); novos códigos de cores para os minimalistas, trench coats dramáticos e delícias transparentes para os sonhadores e românticos na sala. Destacamos as tendências que você precisa conhecer!

AS ROSAS ESTÃO DE VOLTA

As rosas são símbolos tradicionais de amor, beleza e romance, e sua presença em estampas de roupas adiciona um elemento de delicadeza e charme. Dependendo do estilo da peça e das cores utilizadas, a estampa de rosas pode ter uma aparência clássica
e sofisticada ou uma vibração mais descontraída e moderna. Nomes como Alexander McQueen, Balenciaga e Simone Rocha trazem de volta ao cenário as rosas.

TRENCH COATS DE IMPACTO

Designers revisitaram o básico à prova de tempo ao reimaginar tanto a silhueta quanto o estilo. Na Ferragamo, na Bottega Veneta e na Saint Laurent, vimos casacos com detalhes dramáticos., mostrando que os trench coats podem, e devem, ter dealhes
que trazem personalidade e estilo.

A TRANSPARÊNCIA CONTINUA

Tule, tela e chiffon assumiram uma forma nas coleções primavera/verão, com looks delicados e diáfanos. Várias marcas como Sportmax, Prada e Chloe investiram na transparência para a primavera 2024.

AZUIS SUAVES E DELICADOS

Após a etérea brancura, vem o azul suave, desde blusas delicadas e vaporosas até trajes completos e casacos de couro.m acessórios. Destaque para os desfiles de Stella MacCartney, Givenchy e Proenza Schouler.

A SOBERANIA DO BRANCO
O branco emerge como uma tendência marcante para a primavera, refletindo uma paleta de cores fresca e clean. Em peças como vestidos leves, blusas arejadas e calças fluidas, o branco evoca uma sensação de pureza e simplicidade, perfeito para os dias ensolarados e noites suaves da estação. Sua versatilidade permite combinações elegantes e minimalistas, destacando-se em looks monocromáticos ou como ponto de contraste em composições mais coloridas. Destaque para os desfiles de 16Arlington, Jill Sander e Valentino. 


Texto por Laine Furtado / @lainefurtado