No mundo vibrante da moda, onde as tendências são tão voláteis quanto os ventos da mudança, o marketing não é apenas uma ferramenta; é um tecido essencial que entrelaça a visibilidade, a desejabilidade e a viabilidade das marcas. Nesta matéria, exploramos como o marketing é intrínseco ao sucesso no setor de moda, analisando estratégias que marcas líderes têm adotado para capturar atenção e construir uma base de fãs fiéis.

O marketing na indústria da moda vai além de simplesmente promover produtos. Ele cria narrativas, define identidades de marca e comunica valores que ressoam com os consumidores. Em um setor impulsionado por aparências e percepções, o marketing ajuda as marcas a se destacarem em um mercado saturado e a estabelecerem uma conexão emocional com os consumidores.

Na era digital, a atenção é a moeda mais valiosa. As marcas de moda capturam essa atenção por meio de:

. Campanhas Visuais Impactantes: Fotografias e vídeos que não apenas mostram o produto, mas contam uma história.

. Colaborações de Alto Perfil: Parcerias com celebridades e designers renomados que garantem cobertura midiática e despertam interesse.

. Desfiles de Moda Inovadores: Eventos que misturam arte, tecnologia e moda para criar experiências memoráveis.

A lealdade do cliente é conquistada quando uma marca consegue alinhar seus valores com os de seus consumidores. As estratégias incluem:

. Sustentabilidade: Com o crescimento do movimento eco-consciente, marcas que adotam práticas sustentáveis ganham não só respeito, mas também clientes devotos.

. Personalização: Oferecer produtos personalizados ou experiências de compra que façam os clientes se sentirem únicos e valorizados.

. Engajamento nas Redes Sociais: Criar uma comunidade ativa online, respondendo e interagindo com os consumidores, amplia a fidelidade à marca.

Estratégias Adotadas pelas Marcas

. Marketing de Influência: Utilizar influenciadores para atingir públicos específicos e gerar autenticidade.

. Tecnologia e Realidade Aumentada: Ferramentas como provadores virtuais e aplicativos de realidade aumentada que permitem aos consumidores experimentar roupas remotamente.

. Marketing de Conteúdo: Produção de conteúdo relevante que não apenas vende, mas educa, entretém e engaja o público-alvo.

Estratégias de Marketing na Moda: Exemplos Práticos

Dior: Conhecida por sua elegância atemporal, a Dior não apenas utiliza campanhas publicitárias tradicionais, mas também abraça o digital com iniciativas inovadoras. Um exemplo notável foi a colaboração com a artista Rihanna, que se tornou a primeira mulher negra a ser o rosto da marca. Esta parceria não só gerou imensa cobertura da mídia, como também reforçou o compromisso da marca com a diversidade e a inclusão.

Chanel: Chanel tem sido pioneira em transformar seus desfiles de moda em eventos espetaculares. Sob a liderança criativa de Karl Lagerfeld, e mais recentemente com Virginie Viard, a marca frequentemente utilizava locações icônicas e cenários elaborados que reforçavam a narrativa da coleção e a identidade luxuosa da Chanel. Esses eventos são amplamente compartilhados e comentados nas redes sociais, aumentando a visibilidade e o engajamento da marca.

Nike: Do lado esportivo, a Nike é um exemplo de uma marca que utiliza marketing de influência com grande sucesso. A parceria com atletas de alto perfil, como Michael Jordan e mais recentemente LeBron James, não apenas eleva o perfil de seus produtos, mas também associa a marca a histórias de superação e excelência. Além disso, a Nike investe fortemente em tecnologia e inovação, como evidenciado pelo uso de aplicativos de treinamento que ajudam a construir uma comunidade engajada e leal

Adidas: Outra gigante no setor esportivo, a Adidas, tem se destacado por suas iniciativas de sustentabilidade, como o projeto “Adidas x Parley”, onde usam plásticos reciclados do oceano para fazer tênis e roupas. Este esforço não apenas responde à crescente demanda por produtos sustentáveis, mas também posiciona a Adidas como uma marca responsável e consciente.

Patagonia: A Patagonia, embora não seja uma marca tradicional de passarela, é um exemplo poderoso de como o conteúdo pode ser usado para reforçar os valores da marca. Seus documentários e campanhas sobre conservação ambiental ajudam a educar o público sobre questões ecológicas enquanto reforçam o compromisso da marca com a sustentabilidade.

No cenário da moda, onde o novo se torna obsoleto em um piscar de olhos, o marketing é o fio que mantém uma marca relevante, desejável e economicamente viável. Ele não é apenas sobre vender, mas sobre contar uma história que ecoe com os anseios e aspirações do público. À medida que a indústria avança, aquelas marcas que habilmente tecem marketing em todas as facetas de suas operações são as que não apenas sobrevivem, mas prosperam.

Priscila Cacicedo é formada em Marketing, com Pós-Graduação em Relacionamento com clientes, possui 24 anos de experiência na área de marketing. A maior parte focada no segmento digital. Há 15 anos é dona de agência digital, hoje a Cacicedo Digital Marketing atende a empresas situadas nos EUA e lida com clientes dos mais variados segmentos. Também é mentora marketing onde ensina empreendedoras a aumentarem sua presença online e impulsionarem suas vendas. Instagrams: @pricacicedo e @cacicedo.digital.