O banco Itaú anunciou nesta quinta-feira (4) os planos para a criação de um “supeapp” da instituição para dispositivos móveis. Ao todo, seis aplicativos que existem individualmente nas lojas digitais serão migrados para uma única experiência, que vai concentrar todos os serviços oferecidos pela instituição.

Na prática, a ideia é que o aplicativo substitua os atuais apps dos serviços Itaú, Itaú Cartões, Hipercard, iti, Credicard e Personalité. As funções unificadas incluirão conta corrente, faturas, seguros e atendimento.

Segundo a instituição, o superapp está em desenvolvimento há 18 meses. Desde o segundo trimestre do ano, a companhia começou uma fase de testes da operação, porém com um número reduzido de clientes. A migração completa está prevista para acontecer no máximo até o final de 2025 e envolve a mudança de 15 milhões de clientes.

O novo superapp do Itaú

O novo superapp do Itaú será principalmente uma central de produtos e serviços. Na prática, ele concentrará um “hub” de cartões para melhor gerenciamento de faturas, melhorias em recursos de pagamentos e gestão de finanças e agilizar a aprovação de um novo cartão ou produtos.

Quem já tem o aplicativo principal do Itáu vai perceber a mudança para o superapp por meio de atualizações, sem precisar de novos cadastros ou downloads. Quem usa apenas os programas paralelos e que serão descontinuados terá que baixar a nova ferramenta.

A central que reúne cartões é um dos destaques do superapp.A central que reúne cartões é um dos destaques do superapp.Fonte:  Itaú 

Fora o serviço, continuarão disponíveis nas lojas digitais o aplicativo para pessoas jurídicas, a corretora Avenue e o íon, que é a plataforma de investimentos e mercado financeiro.

A companhia garante que a plataforma vai análise de dados e inteligência artificial para personalizar a experiência, incluindo sugestões de recursos. Foram confirmadas ainda duas novas funções: o Pix crédito, para pagamentos instantâneos usando o saldo do cartão, e a “guardar dinheiro” que parece em descrição similar às Caixinhas do Nubank.



Source link