Imagem de: Godzilla Minus One terá continuação? Veja o que já sabemos sobre o longa

Imagem: Divulgação/Toho Studios

Produzido com um orçamento de apenas US$ 15 milhões (R$ 79,43 milhões), Godzilla Minus One virou um verdadeiro fenômeno dos cinemas em 2023. Além de arrecadar mais de US$ 106,7 milhões na bilheteria mundial, o longa também ganhou um Oscar de efeitos especiais, superando competidores com orçamentos muito mais altos.

Com sua chegada recente ao catálogo da Netflix, onde já recebeu mais de 6 milhões de visualizações, é normal que os fãs comecem a se perguntar se uma sequência está vindo. Enquanto tudo aponta positivamente nesse sentido, algumas questões envolvendo seu diretor e produtora podem acabar se mostrando como obstáculos.

Godzilla Minus One terá sequência?

Sem entrar muito no campo dos spoilers, quem assistiu Godzilla Minus One sabe que o longa-metragem deixa pontas soltas para uma continuação e o surgimento de novos monstros. Isso é algo que o diretor Takashi Yamazaki quer conseguir explorar em uma sequência, que até o momento não foi confirmada.

Em uma entrevista concedida em fevereiro à Empire, Yamazaki explicou que a Toho Studios ainda não definiu o que vai fazer com a criatura gigante. No entanto, ele já demonstra ter ideias para um novo roteiro, que deve voltar a se focar na história de Shikishima (Ryunosuke Kamiki) e sua companheira Noriko (Minami Hamabe).

Segundo ele, o final de Godzilla Minus One pode ser considerado como a “calmaria antes da tempestade”, que seria marcada pela presença de mais de um monstro. O diretor afirma que tem como objetivo contar uma história da briga entre dois kaijus, ao mesmo tempo em que mantém o foco dramático da trama.

“Eu acredito que é muito fácil colocar o holofote e a câmera nesse espetáculo massivo, e isso se desencaixa do componente de drama humano”, explicou. Ele complementa que qualquer continuação da história precisa garantir que o confronto entre criaturas faça sentido e ajude a desenvolver um roteiro coerente.

Diretor vai encarar outro projeto

Caso a Toho Studios decida dar continuidade à história, ela pode demorar alguns anos para fazer sua estreia. Isso porque Yamazaki já assumiu o compromisso de dirigir outro longa-metragem, e somente depois da conclusão desse projeto poderia voltar a se dedicar ao mundo de Godzilla Minus One.

Caso isso aconteça, ele pretende que a diferença temporal entre o lançamento dos filmes também seja refletida pelo roteiro. Vale notar que, desde o lançamento de Godzilla: Finals Wars, de 2004, a Toho não produz sequências diretas dos filmes do personagem, mas o sucesso do capítulo mais recente pode fazer a empresa decidir mudar de ideia.



Source link