Confira um dos lançamentos mais esperados no mercado literário mundial, a obra póstuma de Gabriel Garcia Márquez, “Em agosto nos vemos”

EM AGOSTO NOS VEMOS –
GABRIEL GARCIA MÁRQUEZ

O mais recente livro do renomado escritor colombiano Gabriel García Márquez recentemente chegou às livrarias de todo o mundo. Intitulado “Em agosto nos vemos”, o romance póstumo foi aguardado com grande expectativa não apenas no mercado de língua espanhola, mas também globalmente.

A trama gira em torno da personagem Ana Magdalena Bach, uma mulher que, todo mês de agosto, embarca em uma jornada até uma ilha caribenha para prestar homenagens ao túmulo de sua mãe. Seu ritual anual inclui hospedar-se no mesmo hotel, saborear o mesmo sanduíche de presunto e queijo no bar do hotel e, em seguida, retirar-se para o quarto. No entanto, tudo muda quando um homem a convida para uma bebida, desencadeando uma série de eventos que transformam sua vida para sempre. A partir desse encontro, Ana Magdalena passa a revisitar a ilha a cada agosto não apenas para honrar a memória de sua mãe, mas também para buscar novos amantes a cada ano.

A capa do livro leva a assinatura da designer espanhola Nora Grosse, a ilustração ficou por conta de David de las Heras e a tradução para o português do Brasil foi realizada por Eric Nepomuceno.

QUEM É GABRIEL GARCIA MÁRQUEZ?

O escritor e jornalista colombiano nasceu em Aracataca, Colômbia, e faleceu em 2014, na Cidade do México. Criado na região caribenha do norte da Colômbia, o escritor teve uma infância marcada pelo contraste com outras áreas do país. Iniciou seus estudos em Direito em 1947, porém abandonou para seguir carreira no jornalismo.
Seus primeiros artigos foram publicados nos jornais El Espectador e no El Heraldo, fazendo parte do “Grupo de Barranquilla”. Influenciado por autores como Faulkner, Virginia Woolf, Hemingway e Kafka, publicou sua primeira obra, “La Hojarasca”, em 1955. Após uma temporada na Europa, onde enfrentou dificuldades financeiras, retornou à América e estabeleceu-se no México.

Seu grande sucesso, a obra “Cem Anos de Solidão”, foi publicado em 1967. Garcia Márquez também tem registrado em sua trajetória o Prêmio Nobel de Literatura em 1982. Depois disso, Gabriel continuou a produzir obras notáveis como “O Amor nos Tempos do Cólera” e “O General em seu Labirinto”, deixando um legado literário inestimável.

NOTA: Algumas informações e trechos desta matéria têm como fonte a Wikipédia e o site Metrópoles.