Robert Winnett, o editor escolhido para dirigir o The Washington Post, não assumirá essa posição, depois de relatórios levantarem questões sobre as suas ligações a práticas antiéticas de recolha de notícias na Grã-Bretanha.

Winnett permanecerá no The Daily Telegraph, onde é vice-editor, de acordo com um e-mail enviado à equipe do jornal com sede em Londres na sexta-feira.

“Tenho o prazer de informar que Rob Winnett decidiu ficar conosco”, dizia uma mensagem enviada aos funcionários do Telegraph pelo principal editor do jornal, Chris Evans. “Como todos sabem, ele é um sujeito talentoso e a perda deles é o nosso ganho.”

O Washington Post não fez comentários imediatos. Winnett não respondeu imediatamente a uma ligação pedindo comentários.

Esta é uma notícia de última hora. Volte para atualizações.