Dragon Ball: Sparking Zero é um novo jogo de luta que apela sobretudo à nostalgia dos fãs que viveram a geração do PlayStation 2, em meados dos anos 2000. Produzido pela Spike Chunsoft, o título é considerado uma sequência direta da série Budokai Tenkaichi, trazendo personagens de Akira Toriyama em batalhas intensas, com liberdade para voar pelos cenários tridimensionais.

Os clássicos são particularmente conhecidos pelo elenco gigantesco de personagens jogáveis, incluindo aqueles que são mais obscuros. Naturalmente, eles são jogos muito desbalanceados e focados na diversão. Além disso, os lutadores têm a possibilidade de entrar em disputas de poderes e se transformar com o andamento das partidas.

O jogo foi revelado pela Bandai Namco em meados de 2023, durante as finais do mundial de Dragon Ball FighterZ. Desde então, os fãs estão na expectativa a cada nova informação divulgada e se preparando para o lançamento, que está próximo.

Nas linhas a seguir, o Voxel traz tudo o que você precisa saber sobre Dragon Ball: Sparking Zero. Confira!

Por que Dragon Ball: Sparking Zero está chamando tanta atenção?

Dragon Ball Z: Budokai Tenkaichi 3, conhecido como Sparking Meteor no Japão, foi o último grande jogo da franquia, em 2007 — sendo considerado o melhor lançamento ainda hoje. Nos anos seguintes, a produtora tentou replicar a fórmula repetidas vezes com nomes como Raging Blast e Ultimate Tenkaichi, que foram muito abaixo do esperado.

Por isso, regressar à fórmula com uma sequência direta de Budokai Tenkaichi 3, respeitando a premissa que tornava os jogos originais tão divertidos, é algo que os fãs pediam há bastante tempo e que rapidamente se tornou motivo de empolgação.

Budokai Tenkaichi 3 é o jogo mais popular da franquia.Budokai Tenkaichi 3 é o jogo mais popular da franquia.Fonte:  Bandai Namco 

Além disso, o novo lançamento traz visuais atualizados, com animações que saltam aos olhos e são fiéis ao anime, e promete o maior elenco de lutadores da história da franquia. Também haverá novas mecânicas de combate e modalidades que prometem atualizar a experiência, incluindo suporte a disputas online.

Quais modos de jogo estarão disponíveis?

A Bandai Namco trouxe mais detalhes sobre os modos de jogo que estarão disponíveis em Dragon Ball: Sparking Zero. O destaque fica para uma campanha single-player que permitirá moldar eventos da história original, tomando decisões durante a jogatina. Em outras palavras, além de acompanhar os acontecimentos canônicos das sagas, será possível seguir caminhos inusitados e com desdobramentos inéditos.

E claro, não poderia faltar o modo multiplayer. A clássica tela dividida, para que dois jogadores se divirtam localmente, está de volta, mas com uma restrição: apenas o cenário da Sala do Tempo estará disponível por limitações técnicas. Também haverá suporte a multiplayer online, que promete ser o destaque. No entanto, ainda não há informações sobre netcode — que costuma ser um problema nos jogos da desenvolvedora.

Fonte:  Bandai Namco 

Pensando na criação de conteúdo e compartilhamento, os usuários também poderão recriar batalhas, editar diálogos e montar cenas inusitadas com seus personagens favoritos, que poderão ser vistas online por outros jogadores.

Como vai funcionar o gameplay?

Dragon Ball: Sparking Zero é um jogo de luta em arena, com visão em terceira pessoa e movimentação livre pelos cenários, que prometem ser bastante destrutíveis com o andamento das batalhas. Assim como os clássicos, é possível desferir sequências de golpes, disparar esferas de Ki e executar poderes mais danosos ao gastar energia.

Haverá o retorno de mecânicas já conhecidas pelos fãs, como o Impact Action, que traz o “cabo de guerra” quando os jogadores utilizam dois poderes ao mesmo tempo, e o Dragon Dash, que permite uma movimentação em alta velocidade para reduzir a distância entre o adversário.

Também haverá mecânicas novas, como a possibilidade de intensificar as investidas com um acréscimo de velocidade, que promete ser muito útil para atacar ou esquivar de habilidades do adversário. Durante as lutas, os jogadores também devem ganhar os chamados Skill Counts, que são pontos que permitem ações específicas. Entre elas estão: Revenge Counter, que é um contra-ataque enquanto estiver sofrendo um combo; e o Super Perception, que permite rebater especiais de ki com as mãos.

Foco na diversão

Os desenvolvedores estão deixando claro, desde o princípio, que Dragon Ball: Sparking Zero terá foco na diversão. Portanto, ele será um jogo de luta desbalanceado e com nenhum interesse na consolidação de um cenário competitivo — muito diferente do que acontece com Dragon Ball FighterZ, por exemplo.

No caso das batalhas ranqueadas online, haverá um sistema de pontos em que cada personagem representará um número. Por se tratar de um jogo em que é possível formar equipes, vamos supor que a pontuação do grupo do jogador não pode passar de 30.

Desta forma, personagens mais poderosos carregam um número mais alto, enquanto os mais fracos, mais baixo. Será preciso “balancear” a escolha de lutadores antes de entrar em uma luta, evitando que a soma dos personagens desejados ultrapasse o máximo de pontos.

Quais personagens estão confirmados?

Como dissemos, a franquia é conhecida por dar espaço para uma quantidade sem precedentes de personagens de Dragon Ball, e Sparking Zero promete seguir essa tendência com o maior elenco da sua história. Desta forma, ele pretende abarcar lutadores desde a saga dos Saiyajins ao arco do Torneio do Poder de Dragon Ball Super. E ainda é possível que haja surpresas até o lançamento.

Veja a lista com os que foram confirmados até o momento:

  • Goku (Z-Início);
  • Goku (Z-meio);
  • Goku (Z-meio, Super Saiyajin);
  • Goku (Z-fim);
  • Goku (Z-fim, Super Saiyajin);
  • Goku (Z-fim, Super Saiyajin 2);
  • Goku (Z-fim, Super Saiyajin 3 );
  • Goku (Super);
  • Goku (Super, Super Saiyajin);
  • Goku (Super, Deus Super Saiyajin);
  • Goku (Super, Deus Super Saiyajin Blue);
  • Vegeta (Z, Explorador);
  • Vegeta (Oozaru);
  • Vegeta (Z-início);
  • Vegeta (Z-início, Super Saiyajin);
  • Super Vegeta;
  • Vegeta (Z-fim);
  • Vegeta (Z-fim, Super Saiyajin);
  • Vegeta (Z-fim, Super Saiyajin 2);
  • Majin Vegeta;
  • Vegeta (Super);
  • Vegeta (Super, Super Saiyajin);
  • Vegeta (Super, Deus Super Saiyajin);
  • Vegeta (Super, Deus Super Saiyajin Blue);
  • Piccolo;
  • Krillin;
  • Yamcha;
  • Tenshinhan;
  • Trunks (Super Saiyajin);
  • Trunks do Futuro (Super Saiyajin);
  • Freeza (Super);
  • Cell (Forma Perfeita);
  • Majin Boo;
  • Mr. Satan;
  • Androide 17 (Super);
  • Androide 18;
  • Broly (Super);
  • Broly (Super, Super Saiyajin);
  • Jiren;
  • Bergamo;
  • Super Trunks;
  • Dyspo;
  • Kakunsa;
  • Mestre Kame (Máximo Poder);
  • Nappa;
  • Boter;
  • Toppo;
  • Jeice;
  • Kale (Super Saiyajin Descontrolada);
  • Broly (Super, Super Saiyajin Poder Total);
  • Hit;
  • Bills;
  • Gohan adulto;
  • Videl;
  • Gohan do Futuro;
  • Gohan do Futuro (Super Saiyajin);
  • Gohan criança;
  • Mestre Kame;
  • Trunks (espada);
  • Trunks (espada, Super Saiyajin);
  • Whis;
  • Trunks criança;
  • Trunks criança (Super Saiyajin);
  • Goten;
  • Goten (Super Saiyajin);
  • Gotenks;
  • Gotenks (Super Saiyajin);
  • Gotenks (Super Saiyajin 3);
  • Kale;
  • Kale (Super Saiyajin);
  • Caulifla;
  • Caulifla (Super Saiyajin 2);
  • Kefla;
  • Kefla (Super Saiyajin);
  • Kefla (Super Saiyajin 2);
  • Vegetto;
  • Vegetto (Deus Super Saiyajin Blue);
  • Gogeta (Super);
  • Goteta (Super, Super Saiyajin);
  • Gogeta (Super, Deus Super Saiyajin Blue);
  • Freeza Dourado;
  • Bardock;
  • Raditz;
  • Goku Sombrio;
  • Zamasu;
  • Jiren (Poder Total).

Preço, data de lançamento e onde jogar

Dragon Ball: Sparking Zero estará disponível em 8 de outubro com versões para PC (Steam), PlayStation 5, Xbox Series S e Xbox Series X. A pré-venda já está disponível com preços a partir de R$ 282,50 nas lojas digitais.

As edições mais caras garantem acesso antecipado de três dias, um novo personagem exclusivo e conteúdo inspirado no filme Super Hero e Dragon Ball Daima, com mais vinte lutadores jogáveis.



Source link