O Kremlin, ansioso por tornar a escolha mais difícil, apoiou-se fortemente na narrativa de que o presidente corre o risco de uma escalada. Na semana passada, foi realizado um série de exercícios sobre como mover e usar o seu grande arsenal de armas nucleares tácticas.

Após a declaração de Stoltenberg ao The Economist, o principal porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que “a OTAN está a flertar com a retórica militar e a cair no êxtase militar”, e que os militares russos sabiam como responder. Questionado se a aliança ocidental se aproxima de um confronto direto com a Rússia, ele disse: “Eles não estão a aproximar-se; eles estão nisso.

As autoridades americanas estão cada vez mais a rejeitar tais avisos como vazios. A Rússia, observam eles, nunca correu o risco de atacar o fornecimento de armas à Ucrânia na Polónia ou em qualquer outro lugar no território da NATO. O Presidente Vladimir V. Putin fez tudo o que pôde para evitar o conflito directo com a aliança ocidental, ao mesmo tempo que exibia as suas capacidades nucleares ou alertava, como o Sr. Peskov faz regularmente, que o Ocidente corria o risco de transformar um conflito regional numa Terceira Guerra Mundial.

“Putin está usando o sabre nuclear para impedir que Biden permita que as armas dos EUA sejam usadas para contra-atacar”, disse Joseph S. Nye, ex-oficial militar americano e líder do Conselho Nacional de Inteligência, na terça-feira. Nye, professor emérito de Harvard, observou que “o que está acontecendo é um jogo de barganha nuclear e um jogo de credibilidade”.

“Putin tem riscos maiores neste caso e fará tudo o que for preciso para fazer Biden desviar primeiro”, acrescentou.

Isto tem sido verdade desde os primeiros dias da guerra, quando Putin ordenou que as forças nucleares fossem colocadas em alerta, num esforço para impedir que a NATO ajudasse a Ucrânia após a invasão. Mas depois das repetidas ameaças de Putin de que poderia recorrer a armas nucleares, os assessores de Biden parecem cada vez menos impressionados com as declarações do presidente russo.