Na próxima quinta-feira, 27 de junho, um enorme asteroide conhecido como “assassino de planetas” fará sua maior aproximação com a Terra dos últimos 125 anos. Medindo entre 1,7 a 3,9 quilômetros de largura (segundo o site SpaceReference.org), o 2011 UL21 é uma montanha do tamanho do Monte Everest viajando a 93 mil quilômetros por hora.

Embora classificado como “potencialmente perigoso”, pela sua capacidade de destruição em escala planetária, o 2011 UL21 passará a 6.641.274 quilômetros do nosso planeta. Orbitando o Sol uma vez a cada 3,09 anos, o objeto espacial é maior do que 99% dos asteroides próximos da Terra (NEAs) conhecidos, segundo a Agência Espacial Europeia (ESA).

Comparado a outros “assassinos gigantes” que já passaram pela Terra, o asteroide 2011 UL21 é um pouco modesto, medindo cerca de dez vezes menos do que a maior rocha espacial que já atingiu nosso planeta, o asteroide Vredefort (que formou a cratera gigante do mesmo nome), e pelo menos cinco vezes menor do que a famosa rocha que exterminou os dinossauros.

Como observar a passagem do asteroide 2011 UL21 pela Terra?

Será possível acompanhar à maior aproximação do UL21 de 2011 por meio de uma transmissão ao vivo realizada pelo Projeto Telescópio Virtual (VTP), que espelhará a visão do asteroide pelo Observatório Astronômico Bellatrix de Ceccano, na Itália. Mas fique atento, pois a transmissão começará às 17h (horário de Brasília) do dia 27 de junho, e a aproximação ocorrerá cerca de 15 minutos depois.

Nos dias 28 e 29 de junho, o asteroide também estará visível no céu noturno, com uma luminosidade semelhante à de Proxima Centauri, podendo ser visualizado apenas com o uso de um telescópio.

Ver o 2011 UL21 é uma oportunidade única, pois o asteroide só estará tão próximo da Terra em 2089, quando passará novamente a cerca de 2,7 milhões de quilômetros do planeta, o que é pelo menos 2,5 vezes mais perto do que a atual aproximação, conforme o Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

Outro objeto para comemorar o Dia do Asteroide

O asteroide 2024 MK foi descoberto na semana passada.O asteroide 2024 MK foi descoberto na semana passada.Fonte:  ESA 

Surpreendentemente, o que era para ser um evento único acabou recebendo um reforço na semana passada, quando o asteroide batizado como 2024 MK foi descoberto pelo observatório ATLAS da África do Sul, a caminho da Terra. A rocha estimada em 160 metros de diâmetro fará um “rasante” em relação ao nosso planeta, passando a menos de 300 mil quilômetros, o que representa 80% da distância da Lua.

Asteroid 2024 MK Animação da Agência Espacial Europeia (ESA), mostra a trajetória do asteroide 2024 MK.Fonte: ESA

Embora seja classificado como Asteroide Potencialmente Perigoso (PHA), e esteja na lista de risco de impacto da NASA e da ESA, o 2024 MK fará uma aproximação “segura” com a Terra, segundo a agência espacial europeia. O asteroide recém-descoberto será visível nos céus do Brasil, apenas por meio de instrumentos ópticos, na noite de sábado (29), véspera do Dia do Asteroide.

Mantenha-se atualizado com todos os eventos celestes aqui no TecMundo, não esqueça de compartilhar a matéria em suas redes sociais! Se desejar, aproveite para entender, como a gravidade da Terra pode destruir asteroides ‘assassinos’.



Source link