A empresa brasileira TecToy ganhou o coração de muitos jogadores nos anos 90 ao trazer os consoles da SEGA para o Brasil, mas acabou deslizando com o lançamento do Zeebo, em 2009. O fracasso do projeto de console brasileiro, no entanto, serviu de aprendizado para a companhia, que está lançando a linha de PCs portáteis Zeenix no país.

De acordo com Pedro Caxa, head de marketing e games da TecToy, a empresa aprendeu com os erros do passado e está usando todo o conhecimento obtido nas últimas décadas para transformar o Zeenix Lite e o Zeenix Pro em produtos de sucesso no Brasil.

Um console de muitos jogos

Em entrevista ao Voxel, o porta-voz da TecToy disse que a empresa está trazendo ao mercado um produto moderno e que é pensado para o público brasileiro. Para começar, o problema da falta de jogos do Zeebo não vai se repetir na linha Zeenix.

Ambos os dispositivos rodam Windows 11 e contarão com suporte para lojas como Steam, Epic Store e Xbox Game Pass, o que não deixará o console sem novos jogos. Além disso, durante a Gamescom Latam, a empresa montou um estande com diversos títulos nacionais que serão otimizados para a linha Zeenix e receberão investimento da empresa, que também está virando uma publisher.

“Se vocês olharem para o nosso estande, dos 11 jogos que estão disponíveis, nove deles são brasileiros”, conta Pedro Caxa. “A gente tá dando uma importância muito grande para a indústria Nacional. Viramos uma publisher também, então esse ano vamos publicar dois jogos.”

Ainda em 2024, a companhia lançará como publisher o jogo Master Lemon, que descrito por Pedro como “um Adventure em pixel art lindo e com uma história muito emocionante”. O outro título que será publicado pela TecToy é Damned 2, um multiplayer assimétrico de terror feito na Unreal Engine 5.

Futuramente, a TecToy também pretende voltar a desenvolver jogos, como fazia no passado. No entanto, a empresa disse que ainda não pode revelar detalhes sobre seus títulos desenvolvidos “dentro de casa”.

Lançamento pensado para o mercado brasileiro

Além de trazer suporte para múltiplas lojas de games e investimento em títulos nacionais, o Zeenix também terá um lançamento feito com cautela pela TecToy, de acordo com Pedro Caxa. A empresa ressaltou que aprendeu com os erros do passado e não esqueceu do seu legado.

“A gente aprendeu muito com os erros do Zeebo”, disse Pedro, ressaltando que o projeto foi uma aposta “corajosa” e que dá orgulho para a TecToy. “O nome Zeenix é uma homenagem ao Zeebo, vem de uma ideia de continuidade do que fizemos no passado.”

O porta-voz da TecToy ressalta que a empresa foi ousada com o Zeebo ao desenvolver e fabricar todo o projeto no Brasil, o que eventualmente o tornou insustentável. No caso da linha Zeenix, a empresa fez uma parceria com a chinesa Ayn para a criação do console, que terá seus primeiros lotes importados e posteriormente deve ser fabricado no Brasil.

Pedro Caxa também ressaltou que a empresa está de olho no mercado brasileiro para precificar os PCs portáteis e promete que o Zeenix Lite será o modelo mais barato do Brasil nesta categoria de produto. A companhia ainda ressalta que os dispositivos contarão com garantia e assistência técnica no país.

“A gente entende que o público brasileiro tem um receio de gastar R$ 3,5 mil, R$ 5 mil em um produto, que são as faixas que você encontra o Steam Deck, sem garantia, sem assistência, sem nada. “Nós temos essa noção”, conclui o representante da TecToy.

Segundo a TecToy, mais detalhes sobre o preço e lançamento da linha Zeenix serão revelados “nas próximas semanas”. Confira nosso hands-on com o console para saber mais detalhes sobre o produto!



Source link