Em meio às diversas intrigas e assassinatos que marcaram A Casa do Dragão em sua segunda temporada, é fácil ignorar cenas como a que Hugh (Kieran Bew), pede ajuda do rei para os ferreiros de Porto Real. No entanto, o livro Fogo & Sangue, de George R.R. Martin, revela que vale a pena prestar atenção nessa figura que vai ser importante para o futuro de Westeros.

Até o momento, o personagem não teve muito destaque na série, aparecendo somente em uma cena posterior na qual sua esposa reclama do aumento do preço de alimentos. Mas é bom ficar de olho em sua presença nos próximos capítulos, nos quais sua linha narrativa vai ser mais desenvolvida. Cuidado com os spoilers a seguir.

Por que Hugh é importante em A Casa do Dragão?

Durante a grande guerra civil que marca o continente de Westeros, os Pretos comandados por Rhaenyra percebem que tem uma grande vantagem, que ao mesmo tempo pode ser um problema. Eles possuem uma maior quantidade de dragões sob seu controle do que os Verdes, mas nem todos possuem alguém capaz de montá-los.

Hugh vai ter uma grande importância nos eventos de A Casa do DragãoHugh vai ter uma grande importância nos eventos de A Casa do DragãoFonte:  Divulgação/HBO 

Para corrigir essa situação, se inicia o evento que ficará conhecido em A Casa do Dragão como a Semeadura. Ele envolve a procura por bastardos e descendentes dos senhores das casas Targaryen e Velaryon que possuam traços de sangue valiriano e, com isso, consigam se conectar e controlar as criaturas — e Hugh acaba sendo um deles.

Ele acaba domando Vermithor, antigo dragão do Rei Jaehaerys, e vira um aliado valioso de Rhaenyra, ganhando apelidos como O Martelo e Duro Hugh. Ele tem uma participação muito importante na Batalha da Goela, na qual ajudou a derrotar as frotas reunidas de Myr, Lyr e Tyrosh que ameaçavam as forças dos Pretos.

Hugh é protagonista de episódios polêmicos (possíveis spoilers)

Apesar de ter sido transformado em um cavaleiro e recebido terras em Derivamarca por seu valor em batalha, Hugh segue uma tradição ingrata das obras de George R.R. Martin. Enviado junto a Ulf, o Branco (outro cavaleiro escolhido durante a Semeadura) para defender Tumbleton, ele acaba seguindo o caminho de seu companheiro e trai Rhaenyra.

Esse é um evento muito importante na Dança dos Dragões e que acaba contribuindo muito para a derrota e eventual captura de Rhaenyra. Embora o antigo ferreiro continue prosperando como um aliado de Aegon II, ele acaba com a fama de traidor e de ser um homem pouco confiável, que se rodeia de aliados e pessoas conhecidas pela má reputação.

Tirando proveito da fama de Vermithor como o segundo dragão mais temido de Westeros, Hugh se mostra desagradável para seus novos aliados e participa de poucas batalhas. Em certo ponto, o personagem passa a acreditar que deveria ocupar o posto de rei, chegando a transformar Tumbleton em seu feudo pessoal.

Isso faz com que Hugh atraia o desgosto de seus aliados verdes, sendo morto pelo Lorde Jon Roxton, que escorrega nas entranhas do ferreiro e é assassinado logo depois. Enquanto ainda não está claro como A Casa do Dragão vai retratar esses eventos, a presença do personagem em sua segunda temporada deixa evidente que ele também vai ter grande importância na série.



Source link