Os consoles da família PlayStation inovaram de várias formas o mercado de consoles. No caso do PS1 e PS2, uma dessas contribuições foi o lançamento do Memory Card, que gravava a jornada de avanço do jogador em seu interior.

Apesar de ser “apenas” mais um acessório criado pela Sony, ainda hoje o Memory Card é visto por muitas pessoas como uma evolução. O produto também se tornou um símbolo de nostalgia para muitos jogadores.

Mas, afinal, você sabe tudo sobre o Memory Card? Há várias curiosidades referentes a ele espalhado pela rede, e vamos falar sobre algumas delas a seguir. Confira 6 detalhes sobre esse icônico acessório gamer que marcou gerações.

6. Ícones de salvamento

Jogos do PS1 e PS2 contavam com ícones diferentes para ajudar na localização caso precisasse apagar algum dado. (Fonte: Reddit/sworedmagic/Reprodução)Jogos do PS1 e PS2 contavam com ícones diferentes para ajudar na localização caso precisasse apagar algum dado. (Fonte: Reddit/sworedmagic/Reprodução)Fonte:  Reddit/sworedmagic/Reprodução 

A função principal do Memory Card era salvar o seu progresso em jogos dos mais variados gêneros. Para ajudar a se localizar no conteúdo armazenado, cada game contava com um ícone diferente, sempre fazendo menção à série, ao protagonista ou outro elemento do jogo.

A diferenciação pelos ícones é algo que já existia desde o Memory Card do PlayStation 1. Além de criar uma identidade visual, ele também ajudava a localizar os arquivos referentes a um determinado game mais rápido e, dessa forma, saber o que era possível remover caso precisasse de espaço.

5. Modelos não oficiais

Apesar de funcionarem, os modelos diferentes de 8 MB de Memory Card não foram lançados de maneira oficial pela Sony. (Fonte: Casas Bahia/Reprodução)Apesar de funcionarem, os modelos diferentes de 8 MB de Memory Card não foram lançados de maneira oficial pela Sony. (Fonte: Casas Bahia/Reprodução)Fonte:  Casas Bahia/Reprodução 

Em diversos mercados, inclusive no Brasil, é comum encontrar alguns modelos de Memory Card com grande capacidade de armazenamento. Possivelmente os mais comuns são de 64 MB e 128 MB, que muitos acreditavam serem oficiais.

É aqui que talvez a gente jogue um balde de água fria em suas memórias. Esses modelos, apesar de muito úteis, não eram oficiais. Na realidade, apenas o modelo de 8 MB era oficial. Os demais eram produzidos por empresas terceirizadas e, apesar de não serem legítimos, salvaram a vida de muita gente.

4. Retrocompatibilidade

O PlayStation 3 foi um console que trouxe a função de retrocompatibilidade com jogos das gerações passadas. Porém, isso não ficou restrito apenas aos games, já que o Memory Card também funcionava no terceiro console da família PlayStation.

Para ter acesso ao conteúdo gravado em um Memory Card, o usuário precisa de um adaptador específico para fazer a leitura das informações. Além disso, esse recurso funcionava apenas com os modelos de 8 MB que, como dissemos no tópico anterior, foram produzidos oficialmente pela Sony.

3. Vídeos do EyeToy

EyeToy também se beneficiou do Memory Card para gravar alguns vídeos. (Fonte: Black Miners Museum/Reprodução)EyeToy também se beneficiou do Memory Card para gravar alguns vídeos. (Fonte: Black Miners Museum/Reprodução)Fonte:  Black Miners Museum/Reprodução 

Muita gente talvez não se lembre ou conheça, mas o PlayStation 2 teve um acessório em formato de câmera chamado EyeToy. E, se esse item aparece por aqui, é porque tem relação com o Memory Card.

Uma das opções trazidas pela câmera é a possibilidade de gravar vídeos para consultas posteriores. E, por não ter a memória interna desejada, o EyeToy precisa do Memory Card para registrar o que é capturado por sua lente.

Ou seja, além de conseguir salvar o progresso nos jogos, o Memory Card também podia armazenar vídeos no PS2.

2. Dissecando o acessório

Interior de um Memory Card para PS2. (Fonte: Sale Cisnak/Reprodução)Interior de um Memory Card para PS2. (Fonte: Sale Cisnak/Reprodução)Fonte:  Sale Cisnak/Reprodução 

Sempre teve a curiosidade de saber como é um Memory Card por dentro? Então basta olhar a imagem acima para ter uma ideia de como era o seu interior.

Na verdade, não há nada de muito extraordinário em sua composição. Ele conta basicamente com uma placa com conectores para realizar a leitura pelo console e também a gravação do seu progresso em um jogo.

1. Rodar jogos

Ok, talvez essa aqui pegue muita gente de surpresa. De fato, o Memory Card, como o próprio nome sugere, serve apenas para guardar informações das suas partidas. Porém, o MX4SIO mudou esse cenário e expandiu as possibilidades.

Para quem não conhece, o MX4SIO é um dispositivo que usa um cartão de armazenamento e onde você pode colocar jogos para rodar. Ele vai acoplado na entrada de Memory Card do PlayStation 2, e pode receber ISOs de qualquer game da plataforma. Porém, é importante dizer que alguns podem apresentar incompatibilidade, mas no geral vários deles funcionam muito bem.

E você, conhece mais alguma curiosidade referente ao Memory Card dos consoles da família PlayStation? Compartilhe a sua mensagem com os demais leitores do Voxel usando as nossas redes sociais.



Source link