Precisamos falar sobre sustentabilidade mais do que nunca, ainda mais na Semana do Meio Ambiente. E, nesse sentido, sabemos que a tecnologia tem um papel fundamental na melhoria e desburocratização de processos tradicionais.

Nos últimos anos, inclusive, há muitas discussões a respeito de tecnologias inovadoras que ajudam nas iniciativas Carbono Zero, isto é, aquelas que tem como principal objetivo reduzir a emissão de gases do efeito estufa.

A importância do assunto é tão relevante que muitas empresas vêm trabalhando arduamente na questão. A intenção é que haja mais sustentabilidade em todos os processos globais para que o planeta não entre em colapso.

Vale destacar que, em nosso país, conforme o Acordo de Paris, será necessário reduzir 43% das emissões totais até 2030. Um desafio enorme para um território tão grande como o nosso. Quer saber quais são as tendências atuais?

Por esse motivo, logo abaixo, confira uma lista com cinco tecnologias inovadoras que podem ajudar em todas as iniciativas Carbono Zero. Aproveite!

5. Hidrogênio verde

Hidrogênio verde é possível, mas seu alto custo de produção ainda gera afastamento. (Getty Images/Reprodução)Hidrogênio verde é possível, mas seu alto custo de produção ainda gera afastamento. (Getty Images/Reprodução)Fonte:  Getty Images 

Para começar, é preciso falar de um elemento químico bastante importante. Por si só, o hidrogênio já pode ser usado como combustível e matéria-prima de maneira mais sustentável e sem emissão de gases nocivos.

Mesmo assim, para ser totalmente limpo em sua utilização, o elemento precisa ser produzido por energias renováveis, em um processo considerado bastante caro até o momento, principalmente por conta do fator transporte. Mas é assim que se desenvolve o que vem sendo chamado de hidrogênio verde.

Essa tecnologia inovadora pode ser crucial, embora ainda esteja em fase de testagem para uma perspectiva mais acessível. A empresa Nium, responsável pela ideia, vem utilizando nanocatálise com energia renovável para transformar hidrogênio em amônia, o que facilitaria seu transporte e diminuiria seus custos.

4. Materiais de construção de plástico

Setor de engenharia poderá se beneficiar com as pesquisas mais recentes em torno de materiais. (Getty Images/Reprodução)Setor de engenharia poderá se beneficiar com as pesquisas mais recentes em torno de materiais. (Getty Images/Reprodução)Fonte:  Getty Images 

A próxima iniciativa tecnológica inovadora envolve algo que pode causar inúmeras dúvidas em cidadãos comuns. Mas imagine só: é totalmente possível fazer a reciclagem de plástico e transformá-lo em materiais de construção de alta qualidade. A intenção dessa tecnologia é adotar matérias-primas mais sustentáveis.

Além disso, o plástico é altamente utilizado em praticamente todos os setores da sociedade e demora a se decompor. Pesquisadores de diversos centros já atestam que é possível desenvolver uma série de materiais por meio do plástico reciclado, construindo até mesmo paredes e móveis a partir dele.

3. Menos carbonos industriais

Empresas de tecnologia e inovação vêm estudando possibilidades para diminuir emissão de gases no setor industrial. (Getty Images/Reprodução)Empresas de tecnologia e inovação vêm estudando possibilidades para diminuir emissão de gases no setor industrial. (Getty Images/Reprodução)Fonte:  Getty Images 

É de senso comum o conhecimento de que as atividades do setor industrial geram uma emissão assustadora de carbono na atmosfera. De acordo com um relatório sobre os impactos dessa emissão, cerca de 22% de todo o conteúdo nocivo vem justamente das indústrias.

E o maior desafio em torno do assunto está nas mudanças profundas, sobretudo na mentalidade do setor, para que energias renováveis e sustentáveis sejam visadas.

Contudo, a empresa britânica QiO Technologies, por exemplo, vem trabalhando arduamente nessa transformação. A companhia já desenvolveu até mesmo uma ferramenta que mostra como pode ser aprimorada a produção de determinados materiais com intervenções em máquinas e serviços.

2. Concreto de pneus

Conforme pesquisas apontam, é possível transformar pneus em matérias-primas. (Getty Images/Reprodução)Conforme pesquisas apontam, é possível transformar pneus em matérias-primas. (Getty Images/Reprodução)Fonte:  Getty Images 

Anualmente, cerca de 1 bilhão de pneus são descartados em aterros sanitários, gerando um impacto ambiental gigantesco, sobretudo no que diz respeito à emissão de gases poluentes. Mas nesta iniciativa inovadora, pneus podem ser incorporados ao concreto, proporcionando diversos benefícios para a construção civil.

Por meio de pesquisas realizadas na Universidade do Sul da Austrália, estudiosos chegaram à conclusão de que a mistura da borracha de pneus triturados pode ser tão eficiente para a construção de lajes quanto as tradicionais.

1. Tecnologia para remoção de carbono na agricultura

Por meio da tecnologia, agricultura também pode optar por soluções sustentáveis. (Getty Images/Reprodução)Por meio da tecnologia, agricultura também pode optar por soluções sustentáveis. (Getty Images/Reprodução)Fonte:  Getty Images 

E para finalizar a lista, podemos falar da iniciativa da InPlanet, uma empresa que atua tanto no Brasil quanto na Alemanha, cujos objetivos na campanha de Carbono Zero visam extrair carbono da terra para recuperar a agricultura local.

A intenção é poder diminuir o número impactante divulgado pelo Conselho de Salvaguarda dos Recursos Naturais, que acusou um desgaste de 68% da área na região meridional das Américas. Sendo assim, por meio de pó de rocha, a companhia deseja melhorar a biodiversidade do solo, com foco na mineração, para que ele seja fortificado e recupere seu estado natural.

Gostou do conteúdo? Então continue ligado em tudo o que apresentamos aqui no TecMundo para seguir acompanhando todas as tendências tecnológicas inovadoras do momento. Até a próxima!



Source link