Cada vez estamos mais imersos em nossas próprias narrativas, e não paramos para pensar se a nossa visão de mundo enxerga a singularidade do outro.

E como fazemos para desenvolver esse olhar de cuidado sobre o outro? Não podemos mensurar a intensidade da dor alheia, mas podemos lidar de uma forma melhor.

Aqui estão alguns exercícios práticos que podem ajudar você nesse processo:

✔ Você tem escutado o outro ou só está esperando para falar? Perceba o momento de ouvir o outro sem interrupções, pratique a escuta ativa.

✔ Tente evitar julgamentos e preconceitos sobre as pessoas, abra espaço para aceitar como o outro se sente. A sua visão de mundo pode ser diferente da que o outro tem e tudo bem.

✔ Se permita interagir com pessoas que tenham diferentes visões e perspectivas sobre a vida, a gente pode aprender muito com outras formas de pensar e viver.
Tenha em mente que aprender um pouco sobre o outro é fundamental para aprender sobre nós mesmos e lidar com nossas emoções.

A psicanálise ajuda você a ter uma compreensão mais profunda e respeitosa sobre o outro.

Se você tem dificuldades em enxergar a singularidade alheia e ter mais empatia nas relações, agende seu horário e vamos conversar.


DRA. ANDREA LADISLAU é psicanalista e especialista em saúde mental e comportamental. Ela escreve para vários veicuilos de comunicação no Brasil.