Nesta história, Simone Santos, uma brasileira que reside na Flórida há quase uma década, compartilha sua jornada repleta de desafios e superações como mãe de duas meninas, Manuela e Gabriela. O destino de Simone a levou por um caminho sinuoso, desde tragédias dolorosas até a descoberta de que sua adorável filha Manuela, com apenas 7 anos, é diagnosticada com autismo.

A história começa na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais, Brasil, onde Simone vivia ao lado de seu esposo, há cerca de 9 anos. Antes de se mudarem para os Estados Unidos, enfrentaram uma série de obstáculos emocionais. O casal sofreu a perda devastadora de seu filho, João Vitor, que nasceu com uma grave cardiopatia e, infelizmente, veio a óbito aos 1 ano e 10 meses de idade. A tragédia abalou profundamente Simone e seu marido, criando um temor em ter outros filhos. Apesar do trauma, eles decidiram dar uma nova chance à vida e, posteriormente, receberam o presente de duas filhas, Manuela e Gabriela.

Os primeiros sinais de que algo era diferente em Manuela surgiram ao longo do desenvolvimento dela. Simone notou a peculiaridade com que a menina brincava, organizando seus brinquedos em ordem de cores e demonstrando grande interesse em objetos giratórios, letras e números. Embora sua inteligência fosse notável, havia atrasos nas habilidades sociais e de comunicação, como não responder ao chamado pelo nome ou evitar contato visual. Diante dessas peculiaridades, os avós também manifestaram suas preocupações.

Inicialmente, Simone procurou naturalmente explicar as características distintas da filha, mas sua intuição materna a impulsionou a pesquisar mais sobre os sintomas que observava em Manuela. Em suas investigações, encontrou informações sobre o espectro autista e como muitas crianças compartilhavam comportamentos semelhantes. A busca pela verdade levou Simone a insistir com o pediatra de Manuela para encaminhá-la a um neurologista. Apesar dos obstáculos, finalmente chegaram ao diagnóstico: Manuela era portadora do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Com o diagnóstico em mãos, uma nova fase começou para Simone e sua família. As terapias e intervenções para auxiliar Manuela se tornaram a prioridade. Porém, a vida reservava ainda mais desafios para Simone, que, em junho de 2021, sofreu um infarto. Esse acontecimento súbito despertou nela um senso de propósito e gratidão pela vida. Sentindo-se revigorada, Simone percebeu que não apenas poderia ajudar a própria família, mas também oferecer apoio e auxílio a outras famílias que enfrentavam situações similares.

Determinada a compartilhar sua experiência e conhecimento, Simone organizou eventos presenciais chamados “Autism Awareness”, com o objetivo de reunir famílias que estão no início da busca por diagnóstico e tratamento do autismo. Além disso, criou uma plataforma no Instagram (@autismlifea) para falar abertamente sobre suas vivências e trazer esperança e conscientização sobre o autismo.

A história de Simone é uma prova viva de coragem, resiliência e empatia. Com a força do amor materno e a superação de obstáculos, ela se tornou uma voz inspiradora para a comunidade do autismo, oferecendo apoio e esperança a todas as famílias que enfrentam desafios semelhantes.

O PROJETO SUPERAR E SER FELIZ

A série de histórias de superação pessoal “Projeto Superar e Ser Feliz” alcança sua quarta edição, trazendo relatos inspiradores de pessoas que encontraram maneiras de vencer traumas e sofrimentos em suas vidas. A revista Linha Aberta, uma apoiadora do projeto, compartilha essas histórias para que os leitores possam conhecer as ferramentas utilizadas por essas mulheres para superar seus desafios.

O Projeto Superar e Ser Feliz
Idealizado pela professora Anete Lobo, o Projeto Superar e Ser Feliz tem como objetivo auxiliar aqueles que enfrentam ou já enfrentaram episódios de sofrimento e traumas a encontrar meios de superação para suas dores. A cada mês, uma mulher é selecionada para compartilhar sua história de dor e superação, proporcionando motivação e apoio a outros que possam se identificar com seus relatos.

O projeto disponibiliza uma lista de recursos que inclui recomendações de diversos profissionais da área de saúde mental, grupos de apoio, artigos, livros e vídeos com conteúdo relevante para aqueles que buscam superar suas dificuldades. Os interessados podem acessar o website do projeto para obter mais informações e entrar em contato através do email superareserfeliz@gmail.com.

A História de Simone Oliveira
No mês de agosto, o Projeto Superar e Ser Feliz destaca a história inspiradora de Simone Oliveira. Ela é mãe de uma criança autista, e esse desafio transformou significativamente sua vida. Hoje, Simone dedica-se a apoiar outras mães de autistas por meio de um canal específico de educação de mães atípicas, que ela mesma criou.

Parcerias e Apoios
O Projeto Superar e Ser Feliz conta com valiosas parcerias que oferecem suporte e recursos para os participantes. Alguns desses parceiros incluem:

Studio-D Beauty & SPA Hair Salon
Rosana de Rosa – Life Coach e Terapeuta
Rosali de Castro Aguiar – Psicóloga, Advogada, Mediadora e Consteladora Familiar Sistêmica
Flavia Duarte – Mentora, Fundadora do Projeto Flávia Se Cuida, Líder do Grupo Mulheres do Brasil no Comitê de Violência Doméstica na Flórida
Wanessa Surdine – Personal da Mente
Projeto Dor Com Amor
Essas parcerias demonstram o engajamento e o apoio da comunidade em prol do projeto e da busca por histórias de superação.

Conclusão
O Projeto Superar e Ser Feliz, criado pela professora Anete Lobo, continua a inspirar e motivar pessoas através de histórias de superação pessoal. A história de Simone Oliveira, uma mãe de autista que transformou sua jornada em um canal de apoio a outras mães, é o destaque do mês de agosto. A revista Linha Aberta se orgulha de apoiar esse projeto e contribuir para que os leitores tenham acesso a ferramentas valiosas para a superação de traumas. Juntos, podemos construir uma rede de apoio e empatia, compartilhando histórias que podem fazer a diferença na vida daqueles que enfrentam desafios semelhantes. Para saber mais sobre o projeto, visite o website www.superareserfeliz.com ou Instagram @superareserfeliz_ .Comentários, perguntas e sugestões podem ser enviados para o email superareserfeliz@gmail.com / Contato: Anete Lobo