Séries nas quais investigadores usam técnicas avançadas para reconstituir crimes e encontrar culpados não são exatamente uma novidade no mundo televisivo. No entanto, ainda são raros aquelas que acompanham o trabalho de profissionais reais e que são focadas em casos de repercussão no Brasil — e é nesse espaço que Perícia Lab tem se destacado.

Uma coprodução da AXN, Sony Pictures e Mood Hunter, o “CSI Brasileiro” revive alguns casos emblemáticos que marcaram a história do país. A cada episódio, uma dupla de peritos reais dá o contexto de crimes de grande repercussão e explica ao público os métodos usados pelos assassinos.

Perícia Lab é apresentada por André Ramiro, ator que ficou famoso por interpretar Mathias, um dos personagens mais importantes do filme Tropa de Elite. Ele é acompanhado pelo perito Ricardo Salada e pela fotógrafa pericial Telma Rocha, que são os responsáveis por elucidar os casos apresentados em cada episódio.

Quais são os crimes abordados no Perícia Lab?

Um diferencial da série é o fato de que todos os seus episódios são baseados em casos reais, alguns deles de grande repercussão. No quarto capítulo da segunda temporada, por exemplo, eles retomam a história do caso dos Meninos emasculados de Altamira, que durante 14 anos assustaram os moradores de comunidades carentes do Pará e do Maranhão.

Também objeto de uma temporada do podcast Projeto Humanos, a história resultou na acusação de vários inocentes e até mesmo em ligações com possíveis cultos satânicos. No entanto, graças à prisão e confissão do assassino e a técnicas de perícia moderna, foi possível montar a trajetória do que realmente aconteceu.

Já no quinto episódio de sua primeira temporada, Perícia Lab reconstruiu o famoso caso do Maníaco do Parque, que chocou o Brasil em 1998. Ele começou a ganhar repercussão quando diversos corpos de mulheres com sinais de estrangulamento e mordidas começaram a ser encontrados no Parque do Estado, localizado na Zona Sul de São Paulo.

Com a ajuda de peritos, policiais encontraram três testemunhas que relataram ter sido vítimas de violência sexual na região um ano antes. A partir de um retrato falado, os investigadores identificaram e prenderam o patinador e motoboy Francisco de Assis, que se revelou um dos serial killers mais perversos da história.

Perícia Lab é apresentado por investigadores bastante experientesPerícia Lab é apresentado por investigadores bastante experientesFonte:  Divulgação/AXN Brasil 

A série também reviveu o caso do atirador que invadiu em 1999 uma sala de cinema em São Paulo e começou a disparar em direção à plateia. A reconstituição dos crimes rende cenas intensas, como aquela na qual a equipe reproduz em um campo de tiro as poltronas da cena dos assassinatos, mostrando o impacto e a trajetória das balas.

Apesar de serem novatos na televisão, Ricardo Salada e Telma Rocha são dois profissionais com um forte currículo dentro da criminologia brasileira. Eles atuaram juntos em várias investigações de destaque, incluindo o caso de Elize Mitsunaga, condenada por assassinar e esquartejar o marido Marcos Matsunaga em 2012.

Como assistir à série Perícia Lab?

Uma produção exclusiva da AXN, Perícia Lab é transmitida no canal toda segunda-feira, a partir das 22h55, no horário de Brasília. Até o momento, ela conta com um total de 17 episódios, sendo 9 pertencentes à sua primeira temporada, e os 8 restantes parte da segunda leva de capítulos já produzidos.

Caso você não tenha acesso ao canal, o perfil da AXN Brasil no YouTube disponibiliza na íntegra o acesso aos dois primeiros episódios da segunda temporada. O primeiro conta a história de uma série de assassinatos em Itaquaquecetuba, enquanto o segundo reconstitui o famoso crime que deixou um homem e um rapaz mortos na rua Oscar Freire, em São Paulo.

Onde posso assistir o canal AXN?

Para assistir à programação da AXN, será preciso contratar um pacote de televisão por assinatura que ofereça acesso ao canal em sua programação. Serviços como Claro TV+, SKY Brasil, Vivo, CABO Telecom e Employees SPT Network estão entre aqueles que fornecem acesso à emissora, que costuma fazer parte de muitos pacotes básicos.

Quem não pretende fazer uma assinatura de televisão a cabo tradicional também pode acessar a programação através do UOL Play. Em seu plano básico, que também garante acesso à programação ao vivo do Sony Channel, Sony Movies e Warner Bros. TV, o serviço custa 12 vezes de R$ 19,90, com direito ao uso de 4 perfis, duas telas simultâneas e controle parental.

Além de conferir os episódios de Perícia Lab ao vivo, também é possível assisti-los sob demanda no site oficial do canal. Nesse caso, o acesso é liberado mediante a informação do e-mail ou CPF ligado aos planos de TV por assinatura fornecidos pela VIVO, SKY Brasil, Employees SPT Network ou CABO Telecom.



Source link