No próximo verão do Hemisfério Norte, uma oportunidade única se apresentará aos visitantes em Londres: a chance de explorar a Ala Leste do icônico Palácio de Buckingham. Pela primeira vez em mais de 170 anos, o público terá acesso a essa parte da residência oficial do Rei Charles III, desfrutando de tours guiados pelas maravilhas que adornam suas salas.

A Ala Leste, que abrange a fachada frontal do palácio, é notável por sua varanda central, um local frequentemente palco de aparições públicas da Família Real desde 1851. Entre as mais recentes memórias está a cerimônia de coroação do Rei Charles, que adicionou um capítulo à história deste lugar tão emblemático.
Esse acesso sem precedentes é fruto de mais de cinco anos de obras de melhorias, que agora possibilitam que os visitantes mergulhem na riqueza histórica e cultural dessa ala monumental.

Arte e decorações fascinantes

Atravessando os umbrais da Ala Leste, os visitantes serão envoltos pela magnificência das obras de arte e decorações que testemunham séculos de história e influência cultural. O Corredor Principal é adornado por pinturas de renomados artistas europeus dos séculos 18 e 19, oferecendo um vislumbre da arte da época.

A Sala de Visitas Amarela é um verdadeiro tesouro, com seu papel de parede chinês do século 18 meticulosamente pintado à mão. Os detalhes incluem duas torres hexagonais de porcelana chinesa e um relógio ornamental, destacando a conexão entre a realeza britânica e o oriente.

Um dos pontos altos da visita é a Sala Central, que conduz à varanda. Neste espaço grandioso, um lustre de vidro em forma de flor de lótus ilumina a atmosfera, enquanto tapeçarias de seda imperial chinesa do século 18, um presente do Imperador da China à Rainha Vitória, adornam as paredes.

Uma adição histórica

Embora a Ala Leste seja agora um marco inextricável do Palácio de Buckingham, sua história é uma adição relativamente recente. Construída entre 1847 e 1849 por solicitação da Rainha Vitória para expandir as acomodações da família real, essa ala substituiu um pátio aberto em forma de ferradura, modificando a paisagem do palácio para sempre.
UM POUCO DA HISTÓRIA DO PALÁCIO

O Palácio de Buckingham, uma das residências oficiais da monarquia britânica, tem uma história rica e fascinante que remonta ao século XVIII. Originalmente construído como uma casa particular em 1703 para o Duque de Buckingham, o palácio foi adquirido pela Coroa em 1761 pelo Rei George III.

Desde então, tornou-se a residência oficial dos monarcas britânicos. O palácio passou por várias expansões e reformas ao longo dos anos, incluindo a adição da icônica fachada frontal no século XIX. Durante a Segunda Guerra Mundial, o palácio foi atingido por bombas, mas foi restaurado posteriormente.

Hoje, o Palácio de Buckingham é um símbolo icônico da monarquia britânica e um destino turístico popular, onde a Família Real realiza cerimônias e recepções oficiais. Sua história rica e sua arquitetura impressionante o tornam um marco histórico importante no coração de Londres.

OUTROS DESTAQUES DO PALÁCIO

História Real: O Palácio de Buckingham é a residência oficial da monarquia britânica desde 1837, quando a Rainha Vitória ascendeu ao trono.

Arquitetura Imponente: Com sua fachada neoclássica e salões suntuosos, o palácio é um exemplo marcante da arquitetura britânica do século XVIII.

Troca da Guarda: A cerimônia da Troca da Guarda, realizada diariamente durante parte do ano, é uma das tradições mais famosas associadas ao palácio, atraindo turistas de todo o mundo.

Salões Nobres: Os State Rooms, ou salões nobres, são abertos ao público durante parte do ano, permitindo que os visitantes apreciem a magnificência dos espaços utilizados para recepções e eventos oficiais.

Varanda Central: A varanda central do palácio é o local onde a Família Real muitas vezes aparece em ocasiões especiais, como casamentos reais e celebrações nacionais.

Jardins Reais: Os vastos jardins do Palácio de Buckingham oferecem um refúgio tranquilo no coração de Londres, com áreas de floração exuberante e vistas deslumbrantes.

Mudança de Residência: O palácio não foi sempre a residência oficial da monarquia britânica. Inicialmente, era uma casa de campo privada construída pelo Duque de Buckingham no início do século XVIII.

Modificações ao Longo do Tempo: Ao longo dos séculos, o Palácio de Buckingham passou por diversas expansões e renovações, refletindo as mudanças nos gostos arquitetônicos e as necessidades da monarquia.

Abertura ao Público: Partes do palácio são abertas ao público durante certos períodos do ano, permitindo que os visitantes mergulhem na história e na cultura da realeza britânica.
Símbolo Nacional: O Palácio de Buckingham é mais do que uma simples residência real; é um símbolo da monarquia britânica e uma atração turística de renome mundial, representando a tradição e a majestade do Reino Unido.

PROGRAMANDO SUA VISITA

As visitas à Ala Leste ocorrerão de forma limitada diariamente entre julho e agosto, com ingressos já esgotados para o período. Os visitantes têm a oportunidade de combinar essa experiência única com visitas aos salões nobres do palácio, que continuam a ser vendidos individualmente.

Com o Palácio de Buckingham aberto sete dias por semana durante o verão, os interessados em explorar esse ícone da história britânica terão mais oportunidades do que nunca para fazê-lo.

Esse é um convite para mergulhar nas riquezas culturais e históricas que adornam a Ala Leste do Palácio de Buckingham, uma oportunidade que poucos tiveram ao longo dos séculos. É uma jornada através do tempo, explorando o legado e o esplendor da monarquia britânica.

Texto por Laine Furtado – @lainefurtado