A Nasa está desenvolvendo um novo tipo de avião supersônico , capaz de transportar passageiros, que pode chegar a cerca de 4.300 km/h, superando seu concorrente, o aposentado Concorde.

Os engenheiros afirmaram que o modelo conseguirá viajar de Nova York a Paris em duas horas. O X-59 está na última fase de sua construção, a pintura , que será feita quase que inteiramente branca, com a parte de baixo praticamente toda em azul.

Além disso, a aeronave terá detalhes em vermelho pelo corpo e pelas asas. Quando finalizado, os pesquisadores irão fazer as especificações finais de seu peso e formato exatos, para melhorar a modelagem computacional e iniciar os testes do primeiro modelo.

Segundo o tablóide Daily Mirror, a agência espacial disse em agosto que acordos de mercados potenciais de passageiros em cerca de cinquenta rotas condicionais, que conectam cidades como Londres e Nova York.

“Estamos entusiasmados por alcançar esta etapa da missão. Quando ele emergir do celeiro de pintura, com tinta e pintura frescas, espero que o momento seja de tirar o fôlego”, afirmou Cathy Bahm, gerente de projeto do demonstrador de voo, ao site Britânico.

A aeronave é a peça central da missão Quest, da Nasa — o objetivo é voar com o X-59 acima de várias comunidades dos Estados Unidos para coletar dados sobre a percepção das pessoas sobre o som que ele emite.

Os engenheiros pretendem reduzir o som do estrondo quando o avião superar a velocidade do som, o que minimiza a perturbação das pessoas no solo.