Seria maravilhoso se tivéssemos uma bola de cristal que previsse o futuro, mas não temos. Seria incrível se tivéssemos certeza sobre o resultado de uma situação, mas não temos. Seria tranquilizador saber que temos absoluta certeza do sentimento de alguém por nós, mas não temos.

Um dos principais fatores que geram ansiedade, é a incapacidade ou intolerância para lidar com as incertezas da vida. E isso vem de uma crença de que a incerteza ou o desconhecido é algo ruim. Pessoas ansiosas tem menor tolerância à incerteza. Eles acreditam que o desconhecido é negativo, estressante, perturbador e algo que deve ser evitado.

Você sabe como funciona o cérebro de uma pessoa ansiosa? Antigamente a ansiedade nos ajudava a atravessar adversidades, nos protegendo de perigos e acionando um instinto de sobrevivência. Portanto, é uma resposta natural do nosso corpo a uma situação de estresse.

Ela antecipa o que está por vir e permite que a gente possa se preparar para o pior ou melhor. Afinal, conquistas e momentos felizes como casar ou nascimento de um filho também geram ansiedade, né?!

Os pensamentos ansiosos geram a ansiedade porque eles funcionam como amplificadores das nossas preocupações podendo, até mesmo, nos levar ao limite. Enquanto esses pensamentos ansiosos permanecem rondando a nossa mente, deixando tudo mais caótico e confuso.

A pessoa que tem esses pensamentos ansiosos sente-se como se estivesse em uma tormenta. Um ciclo sem fim. Sabemos que lidar com a incerteza é algo inevitável do dia a dia. Mas, vamos encarar a realidade, a vida é imprevisível.

Como não temos como prever o futuro, nunca teremos garantias do que realmente vai acontecer. Mude sua atitude, aumente sua capacidade de tolerar. Já que não é possível ter certeza absoluta do que nos aguarda.


DRA. ANDREA LADISLAU é psicanalista e especialista em saúde mental e comportamental. Ela escreve para vários veículos de comunicação no Brasil.