Imagem de: Casamento às Cegas é armação ou os casais realmente ficam juntos no reality?

Imagem: Divulgação/Netflix

Exibida no Brasil desde outubro de 2021, a versão brasileira de Casamento às Cegas gera polêmicas a partir do momento em que sua primeira temporada foi ar na Netflix. Entre participantes cujos relacionamentos acabaram em drama e acusações de armação, a série sempre rende histórias que vão além do que é mostrado em seus capítulos.

Enquanto as histórias de amor que vemos na tela são reais — ao menos em sua maioria —, algumas condições do programa nem sempre são cumpridas. Muitos casais que parecem se apaixonar “somente por suas personalidades” podem na verdade já terem se visto antes e têm muitos amigos em comum. Entenda a situação.

Casamentos às Cegas pode não ser tão às cegas

Adaptando um formato norte-americano, Casamento às Cegas tem como proposta principal reunir solteiros que nunca se viram anteriormente. Todos participam de várias cabines nas quais só podem conversar com diversas outras pessoas e são desestimulados a compartilhar detalhes que envolvam questões físicas.

A ideia do programa é que, somente a partir da conversa e da troca de experiências, uma pessoa pode se apaixonar por outra e pedi-la em casamento. Somente quando isso acontece é que um casal se conhece, fica por alguns dias em uma lua-de-mel curta e decide se vai se casar após 30 dias de convivência.

Em uma reportagem de 2023, o colunista Lucas Pasin, do UOL, afirmou que, assim como outros reality shows, a produção da Endemol para a Netflix nem sempre conta toda a história. Segundo ele, os participantes Maria e Valmir, que se mostram pouco amigos na terceira temporada, não somente já se conheciam, como haviam ficado antes do programa.

Alguns participantes da terceira temporada já se conheciam antes das gravaçõesAlguns participantes da terceira temporada já se conheciam antes das gravaçõesFonte:  Divulgação/Netflix 

No entanto, a série mostra como se eles nunca tivessem tido contatos anteriores e tivessem desenvolvido uma animosidade enquanto os capítulos eram filmados. O colunista também afirma que Maria não teve uma “paixão às cegas” com Menandro, com quem viria a se casar — ela já teria visto o lojista em redes sociais e sabia muito bem qual seria sua aparência.

Em resposta, a Endemol negou o caso e afirma que sempre segue regras bastante estritas de seleção de elenco. No entanto, isso não muda o fato de que vários participantes de diferentes temporadas se conheciam anteriormente e que a agência de Klebber Toledo e Camila Queiroz, apresentadores da atração, também agencia vários dos participantes.

Histórias duvidosas, mas casais reais

Apesar de nem tudo em Casamento às Cegas poder ser como o programa mostra, os relacionamentos exibidos por suas temporadas têm características reais. Enquanto a maioria dos participantes se separou com o passar do tempo, alguns permanecem juntos até hoje:

  • Nanda Terra e Mackdavid – embora Nanda tenha casado com Thiago Rocha durante a primeira temporada, eles logo se separaram. Atualmente Nanda está casada com Mackdavid, outro participante que conheceu no programa, e os dois já tem um filho pequeno;
  • Ágata Moura e Renan Justino – participantes da terceira temporada, o casal segue junto até hoje. Em setembro de 2023, já bastante longe das câmeras das Netflix, eles fizeram uma cerimônia para reforçar seus votos;
  • Maria Carolina e Menandro – enquanto a empresária pode não ter decidido se relacionar com Menandro completamente às cegas, o casal segue junto e tem uma forte presença nas redes sociais.

A temporada atual do Reality Show liberou esta semana sua segunda leva de episódios, e deve exibir seus capítulos finais no dia 3 de julho. Ela tem como tema principal “Uma Nova Chance” e tem um elenco formado somente por participantes que já foram casados ou tiveram relacionamentos sérios e duradouros no passado.



Source link