A médica e vencedora do BBB 23 fala sobre a vida após o reality e os projetos na área da saúde.

Ela apareceu na mídia bastante discreta, um pouco tímida e aos poucos foi mostrando o seu jeito, ganhando a simpatia do público e conseguiu ser a vencedora do Big Brother Brasil 2023, desbancando muitos artistas famosos. Estamos falando da Dra. Amanda Meirelles, 32 anos, a médica que se tornou celebridade após vencer a última edição do reality show da TV Globo. “Foi uma experiência maravilhosa, uma verdadeira virada de chave na minha vida” – conta.

Formada em Medicina, pós-graduada em Terapia Intensiva e no caminho para finalizar também uma especialização em Dermatologia, Amanda sempre deixou nítida a sua intenção ao participar do BBB, que seria a de conseguir o prêmio para poder colocar os seus projetos em prática. Um deles seria disseminar informação médica ao maior número de pessoas. E ela vem conseguindo isso! “Graças ao programa, eu consigo atingir muito mais pessoas e levar informações sobre saúde para quem mais precisa” – diz.

Amanda ganhou o carinho do público e hoje recebe muitos feedbacks positivos do seu trabalho por meio das redes sociais. As pessoas contam que as dicas dela foram importantes para alertá-las sobre doenças. “Eu sempre recebo relatos de pessoas que descobriram alguma doença em estágio inicial graças a algum conteúdo meu, e isso me impulsiona a continuar produzindo para ajudar cada vez mais” – afirma.

Com um foco bastante voltado à sua profissão, ou seja, à Medicina, e para conseguir ajudar um número maior de pessoas, a médica e a sua equipe decidiram lançar um quadro semanal no Instagram, o “Papo Saúde”, onde ela traz diversos profissionais para falar sobre as doenças, a prevenção delas e esclarecer tudo sobre os temas. Já na primeira temporada, o programa atingiu mais de cinco mil visualizações.

Ao ser questionada sobre levar o quadro do Instagram para um programa de TV, ela afirma que seria maravilhoso, pois poderia aumentar o número de espectadores e disseminar a informação para mais e mais pessoas. “Se eu tiver a oportunidade de expandi-lo e levá-lo para a TV, será realmente incrível, pois são assuntos que muita gente tem dúvida e que nós explicamos de uma forma leve, acessível e de fácil entendimento” – diz.
Como uma futura especialista da área da Dermatologia, Amanda considera que manter a aparência o mais natural possível é o mais sensato a se fazer para manter a jovialidade e a beleza “A principal dica que eu dou é procurar manter a naturalidade. Não dá para competir com o tempo, logo temos que buscar a nossa melhor versão e não tentar parecer a versão dos outros. A nossa pele é o melhor filtro” – afirma.

Para este ano de 2024, ela pretende colocar outros projetos em prática. Um deles é o CONECTADOC, uma empresa de tecnologia e inovação na área da saúde que busca sempre o melhor, tanto para o médico, quanto para o paciente. Nessa startup, há quatro linhas de negócios, o HOSPITAL DIGITAL, o WG CONECTA tele UTI, o CUIDADO DIGITAL e o DOCTTORPAY. E os projetos não param por aí, pois tem novidade até mesmo na área da Dermatologia. “Eu tenho uma linha de produtos que quero começar a comercializar em breve e pretendo lançar mais uma temporada do quadro “Papo Saúde”, na rede social” – conta animada.

Veja a seguir a entrevista que Amanda Meirelles concedeu à Linha Aberta.
LINHA ABERTA – Como foi a sua experiência de ser a ganhadora do reality show Big Brother Brasil 23, ficar conhecida em todo o Brasil e se tornar milionária?

AMANDA MEIRELLES – Foi uma experiência maravilhosa, uma verdadeira virada de chave na minha vida. A melhor parte é o carinho e o amor que eu recebo diariamente das pessoas que torceram por mim. Não tem dinheiro que pague isso.

LINHA ABERTA – Você já buscava por reconhecimento e fama mesmo na área médica? Quais eram as suas aspirações antes de vencer o reality? E hoje, quais são os seus objetivos profissionais?

AMANDA MEIRELLES – Não, eu entrei no reality buscando apenas o dinheiro, nunca almejei a fama. Antes de entrar no reality, eu trabalhava em uma UTI e estava concluindo uma pós em Dermatologia. Hoje, o meu maior objetivo continua o mesmo de antes, cuidar de pessoas. Mas, graças ao programa, eu consigo atingir muito mais pessoas e levar informações sobre saúde para quem mais precisa.
LINHA ABERTA – Como você lida com as redes sociais? Elas mais te ajudam ou atrapalham na profissão? E com os haters, como você reage ao receber um comentário negativo na Internet?

AMANDA MEIRELLES – As redes sociais me ajudam a disseminar as informações que eu divulgo diariamente sobre saúde. Eu sempre recebo relatos de pessoas que descobriram alguma doença em estágio inicial graças a algum conteúdo meu, e isso me impulsiona a continuar produzindo para ajudar cada vez mais. Eu não absorvo as críticas destrutivas dos haters, pois sei quem eu sou e de onde vim, mas tudo que é construtivo eu procuro levar em consideração.

LINHA ABERTA – Você vem fazendo algumas aparições em programas da TV Globo para falar sobre temas médicos e para comentar sobre o BBB que está no ar. Como está sendo essa sua experiência na telinha?

AMANDA MEIRELLES – Eu fico muito feliz quando recebo convites para falar sobre saúde, pois sou apaixonada por tudo que envolve esse tema. A experiência de estar na TV e poder ajudar milhares de pessoas é incrível. Quando eu vou falar sobre o BBB também é maravilhoso, pois o programa sempre vai fazer parte da minha trajetória e sou muito grata por tudo o que ele me proporcionou.

LINHA ABERTA – O que você está achando da edição deste ano do Big Brother Brasil?

AMANDA MEIRELLES – Eu estou gostando muito. Devido aos inúmeros compromissos, eu não consigo acompanhar diariamente, mas pelo que estou vendo, a edição está bem movimentada e cheia de enredos.

LINHA ABERTA – Você acha que é possível manter as amizades trazidas do reality?

AMANDA MEIRELLES – Sim, é possível, mas o convívio acaba diminuindo devido aos compromissos que todos temos que cumprir quando termina o programa. É uma mudança de vida radical para todos que participam, inclusive, mesmo com a distância, eu fico muito feliz por cada conquista deles.
LINHA ABERTA – O quadro “Papo Saúde” que você faz no Instagram traz diversos especialistas na área e tem por objetivo levar informação médica ao grande público. Como surgiu essa ideia? Você gostaria de ter um programa semelhante na TV aberta?

AMANDA MEIRELLES – Eu sempre tive em mente que a informação cura e a falta dela infelizmente traz muitas consequências negativas para grande parte da população. Após o reality, eu comecei a receber, diariamente, inúmeras mensagens com dúvidas de pessoas sobre diversos assuntos da área médica. Conversando com a minha equipe, nós decidimos montar o “Papo Saúde”, que é um quadro semanal no meu Instagram e, já na primeira temporada, atingiu mais de cinco mil visualizações. Se eu tiver a oportunidade de expandi-lo e levá-lo para a TV, será realmente incrível, pois são assuntos que muita gente tem dúvida e que nós explicamos de forma leve, acessível e de fácil entendimento.

LINHA ABERTA – Além de ser especialista em UTI, você também começou uma pós-graduação em Dermatologia. De acordo com a sua experiência como futura especialista da área, quais são as dicas que você dá para as mulheres que buscam por jovialidade e beleza?

AMANDA MEIRELLES – Além de trabalhar na UTI, pouco antes de entrar no reality, eu iniciei pós em dermatologia. Faltam dois módulos para eu concluir. Eu também fiz vários cursos de tricologia, cosmiatria e na área da dermatologia, tanto clínica quanto estética. A principal dica que eu dou é procurar manter a naturalidade. Não dá para competir com o tempo, logo temos que buscar a nossa melhor versão e não tentar parecer a versão dos outros. A nossa pele é o melhor filtro.

LINHA ABERTA – Como está sendo a sua nova empreitada na área da saúde e que envolve startups? Existem outros projetos para este ano?

AMANDA MEIRELLES – Esse ano vai ser poderoso, pois eu venho me organizando e estudando muito para colocar vários projetos em prática. O primeiro é o CONECTADOC, uma empresa de tecnologia e inovação na área da saúde, que busca sempre o melhor, tanto para o médico quanto para o paciente. Nessa startup, nós temos quatro linhas de negócios:

  • HOSPITAL DIGITAL – Projeto voltado à hospitais e clínicas. Uma plataforma integrada que utiliza ferramentas para melhorar a comunicação entre profissionais de saúde, pacientes e instituição;
  • WG CONECTA tele UTI – Nova forma de levar atendimento especializado e melhorar a performance de unidades de terapia intensiva (UTI);
  • CUIDADO DIGITAL – Plataforma e aplicativo que permite a integração das informações de saúde na palma da mão. Triagem, diagnóstico e monitoramento de saúde. Alergia, Doenças do Sono, Oncologia;
  • DOCTTORPAY – Oferecendo pagamentos simplificados, a Docttorpay possui uma plataforma para criação e gestão de orçamentos. Parcelamentos mais extensos por cartão de crédito ou financiamento, além de realizar o split de pagamento para que o paciente não precise pagar para vários profissionais diferentes antes da sua cirurgia.

É um mundo novo, mas eu estou passando por um momento de muito aprendizado. Além desse projeto, eu tenho uma linha de produtos que quero começar a comercializar em breve e pretendo lançar mais uma temporada do quadro “Papo Saúde” na rede social.

Texto de Alethéa Mantovani – @aletheamantovani / Fotos: Moniz Caldas