Sebrae
My Partner
Lytron
sensus
Census

Peru fecha Machu Picchu para visitantes indefinidamente

 
Devido à agitação civil como resultado de uma eleição recente, as autoridades do Peru fizeram um apelo para fechar o monumento mais famoso do país. As pessoas viajam para Machu Picchu – as famosas ruínas incas no Peru – há séculos. Agora, no entanto, essas visitas foram interrompidas pelo governo devido à agitação civil em andamento.
 
“Tendo em vista a atual situação social em que nossa região e o país estão imersos, foi ordenado o fechamento da rede de trilhas incas e Machu Picchu, a partir de 21 de janeiro, até novo aviso”, disse o Ministério da Cultura do Peru em um comunicado. O encerramento é necessário “para salvaguardar a segurança dos turistas e da população em geral”.
 
Os eventos que levaram à decisão de fechar as ruínas, que normalmente atraem cerca de 1 milhão de visitantes por ano, são manifestações violentas continuadas de manifestantes exigindo a renúncia da presidente Dina Boluarte.
 
Os protestos começaram no mês passado depois que o então presidente Pedro Castillo, o primeiro líder do Peru que é da área rural andina, foi acusado e enviado à prisão por tentar dissolver o congresso do país, segundo a Associated Press.
 
Até agora, mais de 55 pessoas morreram nos distúrbios. Então, no sábado, a polícia prendeu mais de 200 manifestantes que estavam ilegalmente no campus de uma universidade em Lima, segundo a Reuters.
 
Ao mesmo tempo, 417 visitantes, 300 dos quais estrangeiros, ficaram retidos em Machu Picchu, explicou o ministro do Turismo, Luis Fernando Helguero, segundo an Associated Press. No entanto, desde então, o Ministério da Cultura disse que evacuou com segurança esses visitantes.
 
Por que Machu Picchu é famoso?
 
As ruínas conhecidas como Machu Picchu, que datam do século XV, estão localizadas na área da Cordilheira de Vilcabamba, na Cordilheira dos Andes. Foi designado como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1983. Acredita-se que Machu Picchu tenha sido abandonada quando o Império Inca foi conquistado pelos espanhóis no século XVI.
 
Share

Related posts