Sebrae
Census
My Partner
Lytron
sensus

Instalação de elevador em Jerusalém revela achados arqueológicos

LOCAL DE UM BANHO RITUAL JUDAICO OU MIKVEH, À ESQUERDA, DESCOBERTO PERTO DO MURO DAS LAMENTAÇÕES – FOTO: AP PHOTO/MAYA ALLERUZZO

A instalação de um elevador em Je­rusalém, em um local que dá acesso ao Muro das Lamentações, resulta­ram em uma série de descobertas.

De acordo com CBN News, arque­ólogos da Universidade Hebraica fizeram uma série de descobertas, in­cluindo uma vila do primeiro século. Após projeto, houve um aumento no acesso de pessoas com deficiência ao famoso Muro das Lamentações.

Localizada próxima aos templos judaicos bíblicos, a vila foi descober­ta durante muitos anos de escava­ções na histórica Cidade Velha de Jerusalém. Os arqueólogos fizeram escavações para um estudo de artigos e edifícios antigos, antes de serem retirados para dar espaço a uma nova construção.

Os judeus consideram o Muro das Lamentações o local mais sagrado. Nele, os judeus oram e recebem mi­lhões de fiéis e turistas para visitação todos os anos.

No entanto, para chegar até o local, as pessoas precisam descer 142 degraus ou fazer um desvio pelas muralhas até chegar num portão próximo.

A Empresa de Reconstrução e Desenvolvimento do Bairro Judeu, recebeu autorização em 2017 para começar a construção de dois elevadores, que contribuiriam para facilitar o acesso de visitantes.

“O Muro das Lamentações não é um privilégio, é elementar para um judeu ou para qualquer pessoa de todo o mundo que queira vir a este lugar sagrado. Temos que habilitar todos”, disse Herzl Ben Ari, CEO do grupo de desenvolvimento.

Assim como em projetos modernos de Roma, Atenas, Istambul e Salo­nica, os achados arqueológicos atra­saram o progresso.

“Este terreno onde o elevador será construído permaneceu intacto, dando-nos a grande oportunidade de cavar todos os estratos, todas as camadas da antiga Jerusalém”, disse Michel Haber, arqueólogo da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Share

Related posts