Census
Lytron
Sebrae
My Partner
sensus

Doce de goiaba em excesso pode fazer mal

Eduardo Prugner
@eduardoprugner

Impressionante os fatos relatados pelos jornais no nosso pão de cada dia. Faz parte do café da manhã, além do delicioso pão com manteiga, a leitura das notícias dos jornais diários. Somos obrigados a essa leitura diária, para não nos chamarmos de “ignorantes” ou talvez de coisa pior.

Ler pela manhã, antes, era interessante, agradável até pois além dos fatos, indicavam trânsito, clima, e até mesmo horóscopo para aqueles que gostam. Mas hoje, ler esses noticiários nos causam pavor e se não fosse pelas nossas obrigações, enfiaríamos, novamente a cara nos cobertores e nem colocaríamos o pé para fora.

Mas a verdade é que temos que, infelizmen­te, ler e ver os noticiários. Eles parecem a nos levar a viver em um outro mundo! Por vezes levam a cenários maravilhosos, outras vezes (na maioria das vezes) ao caos. E não é culpa dos jornalistas, pois afinal estão cum­prindo as obrigações de informar, mesmo quando confundem informação com opinião.

Aliás essa confusão se transformou em cor­riqueira. Podemos ver isso até mesmo nos jornais televisivos. Já não são mais os fatos que importa, mas o que o “repórter” acha.

As notícias políticas, essa sim, vale a pena, porque é hilario.

O texto nos leva a imaginar que estamos vivendo no “Sítio do Pica-Pau Amarelo” do saudoso Monteiro Lobato ou talvez passando o dia na Disneylândia, onde “você pode sonhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo”. A verdade é que estão transcre­vendo as opiniões dos senhores políticos.

Outras, no entanto, é bom nem ler em voz alta para não azedar o leite ou assustar as crianças. E não são as policiais.

O que nos deixam perplexos não são as inter­nacionais, mas as locais. Se formos falar dos Estados Unidos, os políticos não ficam nem um pouco atrás dos políticos brasileiros. Basta lembrar, recentemente, do episódio da vacina e as declarações do presidente americano.

Ufa! Pensei que a vacina fosse imunológica, mas parece um seriado “thriller”.

Mas nem tudo está perdido e nos favorece­mos de um clima agradável da Flórida que ainda nos permite sair à noite sem que preci­semos trancafiar todas as portas e janelas.

Porém um aviso: não abuse!

Por vezes assistia os programas de per­guntas e respostas em que os participantes podiam até ganhar verdadeiras fortunas. Porém a qualidade deles…

Aí eu fico me perguntando: – será que estão ensinando como ser ignorante? Mas essa é a realidade do mundo em que vivemos ou é uma realidade que querem que vivamos?

Mas a verdade é que adoro comer pão com goiabada e queijo! Mas sei que se comer muito vou ficar com azia.

Estão dando muito pão com goiabada e quei­jo e esquecendo do simples café, leite e pão com manteiga. Onde querem nos levar?

Share

Related posts