Census
Lytron
Sebrae
My Partner
sensus

A terminologia Art Deco

De Debora Lousa
@deboralousa

O termo ‘Art Deco ‘ é tirado do nome da exposição de Paris de 1925 intitulada Expo­sition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Mo­dernes. Os artistas franceses mais populares e respeitados da época apresentaram seus trabalhos nesta exposição.

Joalheiros, artistas gráficos, pintores, arquitetos, desig­ners de moda e todos os outros tipos de arte e arte­sãs expuseram suas peças na exposição. Todos os traba­lhos tinham uma semelhan­ça – eles não eram apenas funcionais, mas também muito decorativos.

Em essência, Art Deco é uma interpretação moderna – ‘Espirit Nouveau’ – do movi­mento artístico que o prece­deu, Art Nouveau. Portanto, pode ser útil estruturar a definição Art Deco em con­traste com Art Nouveau….

Para resumir, a definição Art Deco pode ser descrita da seguinte forma: Art Deco é um estilo artístico funcional e decorativo que surgiu no início da década de 1920 e influenciou todas as formas de design criativo.

A busca do Art Deco pela beleza em todos os aspectos da vida refletia diretamente a novidade relativa e o uso em massa da tecnologia da era da máquina, em vez dos métodos tradicionais de artesanato para produzir muitos objetos. Esse estilo ter se destacado na decoração moderna.

A escola Bauhaus também estava in­teressada na produção industrial, mas em certo sentido a Bauhaus é o oposto polar, pois se absteve de embelezamen­tos artísticos – preferindo formas geomé­tricas limpas e simples.

As principais características da arquite­tura Art Deco são suas formas geomé­tricas elegantes, lineares, muitas vezes retangulares , dispostas e quebradas por elementos ornamentais curvos. Uma série de recuos criando um contorno escalonado ajuda a criar a aparência monolítica das fachadas típicas do Art Déco.

Materiais de construção incluídos; estuque, bloco de concreto, tijolo esmaltado, pedra de face lisa e terracota. Aço e alumínio também eram comumente usados em conjunto com vidros opacos decorativos.

 


Enquanto alguns edifícios apresentavam elementos artesanais , outros se contentavam com decorações repetitivas feitas à máquina que eram menos caras. Tais detalhes podem incorporar motivos artísticos ou exóticos de acordo com a função do edifício ou as preferências do arquiteto.

Share

Related posts