Sebrae
Census
My Partner
sensus
Lytron

Ações da Petrobras já caem mais de 4,5% após troca no comando da estatal

 
No ínicio da tarde de hoje, as ações preferenciais da petrolífera estatal (PETR4) caíram 4,56% e com venda a R$ 31,11. Enquanto, os papéis ordinários da empresa (PETR3) ficaram em 3,69%, negociados a R$ 34,14.//
 
Com a queda das ações da estatal, o Ibovespa, o principal índice acionário da Bolsa do país, foi aos 0,88%. Com o movimento, o índice caminha para a primeira baixa após três altas consecutivas.
 
As ações da Petrobras na Bolsa de Nova York despencou perto de 12% no pré-mercado, chegando aos US$ 14,36. Investidores atribuem a movimentação à decisão de trocar novamente o comando da estatal depois de menos de dois meses.
Segundo os analistas, é provável que os investidores vejam a mudança como uma intervenção direta relacionada ao preço do combustível no Brasil.
 
De acordo com o BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina, embora a governança corporativa da Petrobras tenha evitado até agora interferências mais diretas, há um temor de que o verdadeiro teste ainda esteja por vir. Em uma última análise, o banco considera que o novo presidente da estatal enfrenta um difícil dilema que seria o de como preservar o próprio emprego seguindo as políticas da empresa e sem comprometer a disponibilidade de combustível do Brasil.
 
O BTG destacou que é importante seguir os preços internos na paridade de importação para manter um abastecimento saudável de combustível para o Brasil, já que o país depende de importações e cuja oferta é suficiente para atender à demanda.
 
Share

Related posts