sensus
My Partner
Sebrae
Lytron
Census

Elon Musk critica Twitter e sinaliza a criação de nova rede social

“A LIBERDADE DE EXPRESSÃO É ESSENCIAL PARA UMA DEMOCRACIA EM FUNCIONAMENTO”, DISSE O EMPREENDEDOR

Elon Musk, bilionário à frente da SpaceX e da Tesla, criticou o Twitter em seu perfil na rede social. “Dado que o Twitter serve como a praça pública de fato, não aderir aos princípios da liberdade de expres­são prejudica fundamentalmente a democracia”, disse em um post feito no sábado 26. “O que deveria ser feito?”

Depois que criticou o Twitter, ele ainda perguntou se há a necessi­dade da criação de uma “nova plataforma”. Musk fez a publicação na esteira de uma pesquisa realiza­da por ele mesmo na própria rede social.

Por meio dela, o empreendedor questionou se os usuários acredita­vam que o Twitter “adere rigorosa­mente” ao princípio da liberdade de expressão. Deles, 70% responde­ram que não.

De acordo com Musk, a “liberdade de expressão é essencial para uma democracia em funcionamento”.

O Twitter já suspendeu diversos per­fis, por considerá-los em desacordo com suas diretrizes. Entre eles, a página de Donald Trump, ex-presi­dente dos Estados Unidos. Ela está fora do ar desde janeiro de 2021. A conta tinha quase 90 milhões de seguidores.

Em meados de junho do ano passa­do, dezenas de usuários do Twitter reclamaram por terem sofrido uma queda abrupta e expressiva no número de seguidores de seus perfis pessoais na plataforma. A imensa maioria dos relatos foi feita por detentores de contas com viés conservador. Desse modo, foram prejudicados jornalistas, políticos, professores, cineastas, influenciado­res digitais e anônimos.

Share

Related posts