My Partner
Sebrae
Census
Lytron
sensus

Biden pede ao congresso dos EUA que aprove reforma da imigração

“É POR ISSO QUE A REFORMA DA IMIGRAÇÃO TEM O APOIO DE TODOS, DE SINDICATOS A LÍDERES RELIGIOSOS, E DA CÂMARA DE COMÉRCIO DOS ESTADOS UNIDOS”, DESTACOU. “VAMOS FAZER ISSO DE UMA VEZ POR TODAS!”, AFIRMOU PRESIDENTE BIDEN DURANTE SEU DISCURSO SOBRE O ESTADO DA UNIÃO.

O presidente Joe Biden pediu, durante seu discurso do Estado da União, que o Congresso aprove a reforma da imigra­ção “de uma vez por todas”, enfati­zando que, além de ser “a coisa certa a fazer, é a coisa economicamente inteligente a fazer”.

“Se queremos promover a liberdade e a justiça, precisamos proteger a fronteira e consertar o sistema de imigração”, disse Biden sob aplausos durante seu primeiro discurso sobre o Estado da União.

O líder democrata garantiu que é possí­vel fazer “as duas coisas”. Ele disse que seu governo instalou novas tecnologias para detectar melhor o tráfico de drogas e implementou patrulhas conjuntas com o México e a Guatemala “para capturar mais traficantes de pessoas”.

Biden também observou que mais juízes de imigração foram designados para lidar “mais rapidamente” com casos de asilo e que foram feitos acordos com “parceiros na América do Sul e Central para receber mais refugiados e proteger suas próprias fronteiras”.

O presidente dos EUA, que chegou ao poder em janeiro de 2021 prometendo uma política de imigração mais humana e a regularização de milhões de imigran­tes indocumentados, enfatizou que ter uma fronteira segura não é incompatível com manter “a chama da liberdade acesa que trouxe gerações de imigran­tes a esta terra.”

Em meio a aplausos vigorosos, ele pediu que seja “fornecido um caminho para a cidadania” a jovens que chegaram ao país ainda crianças com os pais imi­grantes, bem como àqueles que vivem e trabalham nos Estados Unidos sob status temporário e a trabalhadores rurais e trabalhadores essenciais.

Devemos “revisar nossas leis para que as empresas tenham os trabalhadores de que precisam e as famílias não esperem décadas para se reunir. Não é apenas a coisa certa a fazer, é economicamente inteligente”, ressaltou.

“É por isso que a reforma da imigração tem o apoio de todos, de sindicatos a líderes religiosos, e da Câmara de Comércio dos Estados Unidos”, des­tacou. “Vamos fazer isso de uma vez por todas!”, disse ele em meio a novos aplausos.

Biden promoveu a reforma da imigração e propôs um caminho para a cidadania para 11 milhões de imigrantes indocu­mentados em um país que não tem uma lei desse tipo há 35 anos.

Mas suas principais iniciativas pararam devido ao apoio insuficiente no Senado, no qual ele enfrenta a oposição frontal de republicanos e alguns democratas centristas.

Share

Related posts