Sebrae
Lytron
Census
sensus
My Partner

Filmes inspirados no evangelho, levando esperança, devem crescer nos próximos anos

Um cineasta cristão que possui larga experiência em Hollywood afirmou que a indústria do cinema deverá in­vestir de maneira mais abrangente em filmes que falem sobre fé nos próximos anos.Jon Erwin, que além de cineasta é co-gestor da produtora The Kingdom Story Company, que tem parceria com a gigante Lionsgate, lançou re­centemente o filme American Under­dog, e na entrevista de divulgação falou sobre os rumos de Hollywood.

Para ele, valores cristãos estão sendo reinseridos no cinema devido à pon­tualidade da mensagem que trans­mite às pessoas: “Vejo a indústria do entretenimento novamente infundida com o cristianismo, e quero fazer parte disso”, disse Erwin.

“É uma mensagem de esperança que as pessoas precisam. Precisamos de perdão, esperança e redenção, talvez mais do que nunca. E os filmes são uma ótima maneira de tocar as pessoas”, acrescentou. De acordo com informações do portal Christianity Daily, o cineasta vê nessa janela de oportunidade um meio de anunciar o Evangelho e se disse comovido por fazer parte do grupo de pessoas com chance de pregar através da sétima arte.

“Acho que acabamos de arranhar a superfície do que pode ser alcança­do. Acho que outros criadores estão se levantando, e há esse movimento de que fazemos parte. É assim que podemos servir aos propósitos de Deus em nossa geração, como Paulo disse sobre Davi em Atos”, comentou.

Erwin entende que o Evangelho nunca muda, assim como a esperança, mas a maneira como essa mensagem é levada às pessoas pode se adaptar às ferramentas disponíveis, como o entretenimento de massa: “É legal ser um pioneiro de qualquer coisa, acho que estamos apenas à beira do que vai acontecer”, declarou.

Erwin também ponderou que a inicia­tiva de usar a mensagem de espe­rança tem um fator humano, já que a pandemia “agrediu” diversas áreas, destruindo – dentre outras coisas – os sonhos das pessoas.

Share

Related posts