Lytron
My Partner

Hollywood: As atrizes mais admiradas de todos os tempos

Texto de LAINE FURTADO
@lainefurtado

É praticamente impossível fazer com que todos concordem com quem é a mulher mais bonita de todos os tempos. No entanto, fazer uma lista das principais candidatas é relativa­mente mais fácil, então foi isso que fizemos. Continue lendo para ver se você concorda com as nossas escolhas. Prepare­-se para estar admirado pela beleza marcante e elegância atemporal das mulheres desta lista. No entanto, ao observar os critérios que são empregados na hora de escolher um eventual substituto à vaga de liderança, ou por força da cria­ção de tal oportunidade por expansão de algum crescimento, por exemplo, percebe-se rápida e automaticamente a escolha que tem por base a confiança na candidata, além de capacitação técnica, atribuindo-lhe a nova condição. Só não se leva em conta, e eis o ponto nevrálgico em mira, o tipo de temperamento existente em tal colaboradora que passa a assumir a nova pos­tura de líder, assim os riscos se elevam a uma altura inesperada, cujas decorrên­cias vão de simples incômodos entre os membros da equipe até aos grandes e trágicos desentendimentos, e o que era estável e elogiável até então, se torna um espinhoso contratempo.

MARILYN MONROE
Nem preciso dizer que esta lista não estaria completa se Marilyn Monroe não estivesse nela. Não importa se várias décadas se passaram desde que faleceu – a atriz permanece como uma das celebridades mais reconhecíveis de todos os tempos. Com apenas 36 anos, ela morreu há meio século. Ela viveu com estas palavras: “Imperfeição é beleza, loucura é genial e é melhor ser absolutamente ridículo do que absolutamente chato.”

NATALIE WOOD

A beleza russo-americana de Natalie Wood começou a ser exposta aos holofotes muito jovem. Ela subiu ao estrelato aos oito anos de idade, quando interpretou Maureen O’Hara em Miracle na Rua 34. Seus próxi­mos projetos incluíram West Side Story e Rebel Without a Cause. Aos 43 anos, ela morreu em circunstâncias incertas en­quanto viajava para a Ilha de Santa Catalina junto com seu marido Robert Wagner, o ator Christopher Walken e o capitão do iate. Recentemente, a investigação foi rea­berta e Wagner foi nomeada uma pessoa de interesse.

ELIZABETH TAYLOR

A famosa atriz Elizabeth Taylor era origi­nalmente de Londres, mas ela e sua família se mudaram para a Califórnia algum tempo antes do início da Segunda Guerra Mundial. Quando jovem, ela já era surpreendente­mente bonita e sua mãe frequentemente lhe dizia que ela deveria se tornar uma estrela de cinema. Ela nasceu com uma mutação genética, que lhe deu duas fileiras de cílios e fez seus olhos parecerem únicos. Ela começou como uma estrela infantil e floresceu em uma das atrizes mais famosas de Hollywood.

VIVIEN LEIGH

Semelhante a algumas pessoas desta lista, Vivien Leigh também disse que sua beleza natural ofuscou muito suas habilidades de atuação e que ela teve que superar isso. Verdade, ela já foi descrita por um diretor como uma “atriz consumada, dificultada pela beleza”. Ela ganhou a maior popularidade ao estrelar em Gone with the Wind e A Streetcar Named Desire, mas sua carreira no palco foi na verdade mais prolífica. Nas últimas décadas de sua vida, ela lutou contra a tuberculose, mas acabou sucumbindo à doença em 1967.

RAQUEL WELCH

Pode não ter sido seu papel de estreia, mas Ra­quel Welch se tornou um ícone da cultura pop por estrelar o filme de 1966 Um Milhão de Anos B.C., e talvez por ostentar o biquíni de pele épico no filme. Ela também estrelou em Bedazzled, 100 Rifles, e Bandolero. Além desses projetos, a atriz também já apareceu em uma tonelada de outras coisas como o filme Legally Blond.

RITA HAYWORTH

Rita Hayworth dançou em Nova York antes de sua família se mudar para a Califórnia quando tinha 10 anos. Na década de 1930, ela apareceu em muitos filmes dançantes antes de se ramificar para fazer papéis mais sérios na década de 1940. A década seguinte, infelizmente, tornou-se mais difí­cil para Hayworth por causa de problemas pessoais. À medida que ela se involvia em problemas financeiros e álcool, as mulheres mais jovens tiveram a chance de tirar os holofotes dela. Durante décadas, ela sofreu de sintomas da doença de Alzheimer até falecer em 1987.

MICHELLE PFEIFFER

Nas décadas de 1980 e 1990, Michelle Pfei­ffer estava entre as atrizes mais conhecidas que enfeitaram a tela prateada, provavel­mente porque ela era linda e talentosa. Ini­cialmente, ela foi esteriotipada e interpre­tou a garota bonita, embora ela conseguiu romper com esta imagem no final dos anos 1970, quando conseguiu um papel coadju­vante em Scarface. Uma colaboradora do Daily Telegraph disse que Michelle Pfeiffer tem “o tipo de beleza que você encontra involuntariamente num momento para se maravilhar com o meio da conversa”.

CATARINA DENEUVE

A atriz francesa Catherine Deneuve teve sua descoberta internacionalmente quando apareceu em Les Parapluies de Cherbourg, um filme onde todo o diálogo foi cantado, não muito diferente de uma ópera. A atriz então passou a estre­lar o filme Repulsion, de Roman Polanski, tornando-a ainda mais popular. Depois disso, ela acumulou impressionantes créditos de atuação e, em 1985, tornou-se o rosto oficial de Marianne, a personificação da liberdade da República Fran­cesa. Recentemente, ela foi manchete de jornais de revista por assinar uma carta aberta que é contra o movimento #MeToo, algo que ela considera uma caça às bruxas, e nada mais.

URSULA ANDRESS

A reivindicação de fama de Ursula Andress é ser a primei­ra Bond Girl, tendo estrelado em Dr. No ao lado de Sean Connery. Sua voz foi dublada para que seu sotaque suíço­-alemão pudesse ser encoberto, mas ela ainda conseguiu ganhar grande popularidade. Isso não é surpreendente, já que sua personagem provavelmente teve a introdução mais lendária da história do cinema no que diz respeito às apresentações de personagens femininas principais. Ursula Andress foi então destaque na revista Playboy muitas vezes. Quando Ursula foi perguntada por que ela não tinha pro­blemas com suas fotos nuas sendo publicadas, ela simples­mente disse: “Porque eu sou bonita.”

Share

Related posts