My Partner
Lytron

A escritora e fotógrafa Fernanda do Valle encoraja as mulheres aA serem elas mesmas

LIBERTE-SE, VOCÊ NASCEU PARA SER REAL, NÃO PERFEITA

Você nasceu para SER REAL, não perfeita, mostra a diver­sidade dos corpos, em suas formas, idades e etnias. Em uma convergência da sua arte de escrever e de fotografar, Fernanda do Valle foi buscar um canal de comunicação para inspirar, encorajar, desafiar e promover a libertação de outras mulheres. É uma luta por visibilidade social e respeito. É um movimento artístico coletivo e de ruptura dos padrões de beleza impostos pela nossa sociedade.

“Toda sociedade pode de alguma forma entrar nesta luta. Este belo trabalho da Fernanda, toca na ‘ferida’ de muitas mulheres – e expõe a sua própria – com objetivo de provocar, trazer para reflexão e ajudar. Ao dar voz e imagem para um chamado ‘para ser real e não perfeita’, a autora chama a atenção para tudo isto, envolvendo mulheres que usam aqui seus corpos de outra forma: não apenas como morada do ser, mas como veículo de protesto, de superação’, explica a Dra. Marle Alvarenga, nutricionista, pós doutora em Nutrição pela FSP-USP.

Ela diz que tem acompanhado a história de vida e superação da Fernan­da, e que é uma alegria enorme ver seus sucessos e realizações. “Suas palavras, e agora fotos, são um registro e um serviço à comunidade, que ela oferece com uma entrega e dedicação que emocionam. Como ela descreve, isto é cura, pois há aí verdade, brilho, emoção, realidade – nada de perfeição, só a vida como ela é – e uma luta para que seja sempre melhor e mais significativa”, afirma Dra. Marle Alvarenga.

SOBRE A EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS

A exposição fotográfica de Fernanda do Valle, que é o componente visual do Liberte-se: Você nasceu para SER REAL, não perfeita, traz 60 mulheres brasileiras que foram fotografadas para o projeto. São 46 retratos em preto e branco (entre fotos individuais e coletivas) com mulheres reais, com frases escritas em seus corpos, com mensagens de libertação e empoderamento feminino.

“Esse trabalho voltado às mulheres provoca uma reflexão e compreensão de que somos todas diferentes. Somos biologicamente diferentes e um número na balança não nos representa. Somos únicas e peso não define quem somos. Somos a nossa história. Somos feitos e defeitos. Conquistas e vitórias”, explica a autora do projeto.

SOBRE FERNANDA DO VALLE

Em 2009, após detectar, aceitar e tratar o seu transtorno alimentar, lançou o seu primeiro livro “Eu, ele e a enfermeira…Na luta contra a anorexia”. Desde então, passou a dedicar parte do seu tempo a dar palestras, alertando os jovens e pais sobre os perigos dessa doença, e seguiu carreira de escritora.

Publicou mais cinco títulos: Dos desencontros ao encontro; Tesselas – A família mosaico; De: filha Para: pai; Crônicas de Frenelda – Aven­turas na terra do Tio Sam e Liberte-se: você nasceu para ser real, não perfeita.

Em 2020, a sua primeira obra foi traduzida para o inglês, com o título Together… Our fight against anorexia, pela editora Underline Pu­blishing, e neste mesmo ano recebeu o prêmio Reconhecimento Internacional de Literatura Brasileira, da Academia Internacional de Literatura Brasileira.

Atualmente, está cursando faculdade de Psico­logia na Purdue University, com o objetivo de pesquisar e aprender mais, para ajudar outras crianças que, assim como o seu filho (inspira­ção do seu último livro: Tare – Para pais e cui­dadores), possuem dificuldades alimentares.

Fernanda é graduada em Turismo, pela Puc­camp, em Fotografia, por The New York Insti­tute of Photography e também tem graduação e certificação internacional em Neurocoaching (fusão de neurociência cognitiva, neuropsico­logia, neuroplasticidade cognitiva e técnicas de terapia cognitivo-comportamental).

Share

Related posts