My Partner
Lytron

7 tipos de farinhas que ajudam no emagrecimento

Texto de LAINE FURTADO
@lainefurtado

Nos últimos anos, diversos tipos de farinhas surgiram nos mercados, devido ao despertar de muitos para uma vida mais saudável e interesse da indústria alimentícia em atender a essa demanda, incluindo ao grupo de interesses os consumidores com aler­gias e/ou intolerâncias alimentares. A farinha mais conhecida é a farinha de trigo por ser, talvez, a mais utilizada no preparo de muitos pratos, mas a mes­ma não é saudável para o consumo, salvo sua forma integral, que desagrada a muitos devido ao sabor forte deixado nos alimentos. Para emagrecer com saúde é preciso manei­rar na ingestão de carboidratos e derivados do trigo. Algumas opções de farinhas integrais são ideias para fazer a substituição ficar mais saudável. Elas são bastante práticas, algumas bem baratas e se tornam aliadas per­feitas para o processo da perda de peso, através de uma boa alimentação. Em geral, as farinhas de frutas, legumes e cereais podem ganhar espaço no seu cardápio, pois garantem diversos benefícios à saúde. O fato é que algumas destas farinhas especiais oferecem vitaminas, minerais, ômega-3 e dão par ao corpo algumas substâncias que diminuem a possibilidade do organismo acumular gordura, mas na realidade são as fibras as principais responsáveis pela colaboração no emagrecimento.

Destacamos 7 tipos de farinha que podem substituir a de trigo e ajudar você a perder peso e ter uma vida mais saudável. Conheça os benefícios de cada uma e aprenda a inclui­-las no seu cardápio semanal. Importante lembrar que o consumo com moderação e o uso de uma dieta saudável são fundamentais para o bom funcionamento do seu corpo.

FARINHA DE AMÊNDOA

A amêndoa é uma oleaginosa rica em fibras, proteínas, minerais e gorduras saudáveis. Quando triturada ela se transforma em uma farinha que pode ser utilizada em diversas receitas culinárias. A farinha de amêndoas é pobre em carboidratos, e por isso, é muito utilizada na dieta low carb. Os benefícios da farinha de amêndoas são inúmeros. Ela tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, aumenta a saciedade, possui baixo índice glicêmico, auxilia no controle do colesterol e da insulina.

FARINHA DE ARROZ

A farinha de arroz é uma boa fonte de energia e fibras, o que contribuiu para o bom funcionamento do intestino. Possui ainda baixo índice glicémico, minerais, como o magnésio, o manganês e o fósforo e vitami­nas do complexo B.

FARINHA DE AVEIA

A farinha de aveia é feita a partir do seu cere­al e é conhecida por aumentar a saciedade, a qualidade da dieta e facilita na digestão. É rica em fibras e pode facilmente substituir a farinha de trigo na preparação de bolos, bolachas e panquecas.

FARINHA DE CHIA

A farinha de chia é obtida através da mo­agem das sementes da chia. Ela é rica em fibras, magnésio, fósforo, potássio e cálcio, além de vitaminas do complexo B. Ajuda no funcionamento do intestino por ser rica em fibras (cerca de 98% da sua composição). Ajuda no combate à osteoporose, por ser rica em cálcio e outros nutrientes importantes para a saúde óssea.

FARINHA DE LINHAÇA

Isenta de glúten, a farinha de linhaça é rica em fibra, ómega 3, vitaminas B1, B2, C e E, e minerais como cálcio, zinco, magnésio, ferro, potássio e fósforo. A par disso, ainda é anti­-inflamatória e rica em proteína vegetal. Pode ser adicionada a bolos, pães, saladas, sopas ou sumos.

FARINHA DE QUINOA

A farinha de quinoa é rica em fibra, ómega 3, vitaminas (B1,B2,B3,B6 e E), minerais essenciais (magnésio, ferro, zinco, potássio) e antioxidantes. Desta forma, ajuda a melhorar os valores de pressão arterial, diminui sintomas de obstipação e reduz os valores de colesterol total.

FARINHA DE AMÊNDOA

Considerada uma das farinhas mais nutri­tivas, esse ingrediente é rico e L-arginina (excelente para o sistema imunológico e a musculatura), magnésio, cobre, manganês, cálcio e potássio. Esta farinha possui os mesmos benefícios que a amêndoa, ou seja, diminui o colesterol ruim, equilibra o hormô­nio do estresse e controla o nível de açúcar no sangue.

Share

Related posts