Lytron
My Partner

Performance do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

Os Estados Unidos, Japão e China lideram com o maior número de medalhas nas Olimpíadas de Tóquio, estando respectivamente em primeiro, segundo e terceiro lugares, até o momento.

O Brasil está na 24 posição e conquistou duas medalhas pratas, com Rayssa Leal e Kelvin Hoefler, no skate, e uma de bronze no judô, com Daniel Cargnin.

O Brasil conquistou a primeira medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 com Kelvin Hoefler, que garantiu a medalha de prata no skate street, ficando atrás apenas do japonês Yuto Horigome. O atleta paulista de 28 anos ficou com 35.15 pontos na decisão, deixando para trás o norte-americano Jagger Eaton e levou a web ao delírio com o resultado.

Rayssa Leal, a Fadinha, de 13 anos, conquistou a medalha prata no skate street na Olimpíada de Tóquio (Japão), se tornando a medalhista mais jovem do país na história da participação brasileira nos Jogos. A atleta marcou 14,64 na somatória, e só foi superada pela dona da casa Nishiya Momiji (15.26), também de 13 anos.

Daniel Cargnin garantiu a medalha de bronze no Judo para o Brasil ao vencer o israelense Barush Shmailov com um waza-ari no peso-meio-leve (-66kg). Na campanha, o brasileiro de 23 anos venceu o egípcio Mohamed Abdelmawgoud, Denis Vieru, da Moldávia, e o italiano Manuel Lombardo, até cair diante do japonês Hifumi Abe na semifinal.

 

Share

Related posts