Pilates clínico no pós-Covid-19

TEXTO DE ELEXSANDRO ARAUJO
@ELEXSANDROARAUJO

O Pilates, através dos seus protocolos de exercícios respiratórios, consegue otimizar a capacidade respiratória do pacien­te, levando a um condicionamen­to pulmonar. Sobretudo, atua na mobilidade da caixa torácica, diminuindo as tensões dos mús­culos, favorecendo a capacidade de oxigenação para todo o corpo.

Estudos apontam que pacientes com estilo de vida saudável, com prática de exercício físico regular, possuem em torno de 51% me­nos chance de internação duran­te infeção da COVID-19.

O paciente que é acometido com o vírus, apresenta déficit importante da capacidade físi­ca após infecção. Sequelas que podem durar mais de 1 ano. Para a melhora dessa condição é indispensável o exercício para manutenção dos pacientes pós­-COVID-19.

“Hábitos saudáveis como estabe­lecer pausas, realizar alongamen­tos e exercícios orientados, além de manter a postura corretamen­te contribuirão para um trabalho mais produtivo e uma vida mais saudável. Não precisamos então esperar sentir dor ou ter uma limitação para prevenirmos as doenças ou ter qualidade de vida”

Não deixe de procurar um fisio­terapeuta e busque o tratamento com o pilates clínico para manu­tenção da sua qualidade de vida!

Share

Related posts