My Partner
Lytron

Luan Santana

LUAN SANTANA FOTÓGRAFO: BRUNO FIORAVANTE

“QUERO MOSTRAR A MÚSICA E O ROMANTISMO DO BRASIL PARA O MUNDO”

Texto de ALETHÉA MANTOVANI
@aletheamantovani

O astro Luan Santana, 30 anos, que faz muito sucesso com o público brasileiro, está num momento muito importante da sua carreira, numa fase em que busca conquis­tar novos fãs, mas agora em solo internacional. A assinatura de um contrato com a Sony Music, que aconteceu em fevereiro deste ano, é parte da nova empreitada do cantor em outros países. “Quero escrever esta nova história com os meus fãs e junto com a Sony. Eles irão me ajudar a mostrar a música e o romantismo do Bra­sil para o mundo”- afirma.

LUAN SANTANA FOTÓGRAFO: BRUNO FIORAVANTE

Além disso, ele conta que pretende também fazer jus às críticas positivas que vem recebendo de especialis­tas musicais durante os últimos anos. “Certa vez um crítico me chamou de ‘hors-concours’ e isso foi um dos maiores prêmios que eu recebi na vida”. E agora, com essa oportunidade de focar a sua carreira em outros continentes, ele deve atingir seu ponto máximo e se consagrar uma celebridade mundial.

Luan, que já contabiliza 13 anos de trajetória musical, trilhou uma carreira impecável ao longo destes anos e recebeu diversas premiações, tanto nacionais, quanto internacionais. Fora do país foi indicado diversas vezes ao Grammy Latino e ao Latin Music Italian Awards – neste venceu nas categorias Best Latin Alternative Artist of The Year e Best Brazilian Artist of The Year. E por aí virão novas premiações!

Durante a entrevista que o cantor concedeu à Linha Aberta Magazine, ele falou ainda sobre cancelamento, maturidade, sobre a possibilidade de ter um novo amor e muito mais. Confira!

LUAN SANTANA DURANTE SHOW NO BRASIL – FOTO: DIVULGAÇÃO

LINHA ABERTA – Qual o balanço que você faz dos seus 13 anos de carreira?

LUAN SANTANA – Esses 13 anos de carreira me trouxeram um balanço muito positivo, graças a Deus. Eu acredito muito que, quando sonhamos e persistimos, independentemente da idade, se Deus abençoa é para acontecer mesmo. Eu canto desde os meus 11 anos. Aos 17, o Brasil inteiro pôde me conhecer. A pou­ca idade logo me trouxe um amadurecimento, que foi muito bom pra mim.

LINHA ABERTA – Quais foram os artistas que serviram de inspiração para você, que eram os seus ídolos?

LUAN SANTANA – Roberto Carlos e Zezé Di Camargo e Luciano são os meus maiores ído­los. É neles, que falam sobre o amor e do jeito mais puro, que eu me inspiro para compor e estar em um palco.

LINHA ABERTA – Você declarou recen­temente que vem dando ênfase à sua carreira internacional. Em que fase está essa empreitada?

LUAN SANTANA – Certa vez, um crítico me chamou de ‘hors-concours’. Foi um dos maiores prêmios que eu recebi na vida, ler um especialista me analisando desta forma, dizendo que eu ‘gravito’ e não preciso mais estar no topo. Para fazer jus a esta responsa­bilidade, eis que decidi mudar. E a assinatura com a multinacional Sony Music é para me fazer assim, do jeitinho que ele escreveu. Que­ro escrever esta nova história com os meus fãs e conquistar o mundo que, junto com a Sony, vão me ajudar a mostrar a música e o romantismo do Brasil para o mundo.

O que eu posso contar é que estou produzin­do muita coisa bacana e em breve espero mostrar para todo o Brasil. Estou também estudando espanhol e garanto que vem bala­da boa por aí.

LUAN SANTANA – FOTO DIVULGAÇÃO

LINHA ABERTA – Você lida bem com a fama, o sucesso e o assédio dos fãs? Em quais circunstâncias eles te incomodam? Você já viveu uma situação complicada devido ao assédio?

LUAN SANTANA – Eu gosto demais do assé­dio, de estar rodeado de fãs. Neste período longe dos palcos, por conta da pandemia, eu estou morrendo de saudade da correria das viagens, do abraço, de cantar juntinho, de ter toda a energia que só um show te dá. Sobre a fama, eu lido bem, sim. Aprendi a lidar me­lhor ao longo desses 13 anos. Sobre o sucesso, este é o resultado de um trabalho bem feito em equipe.

LINHA ABERTA – Um tema bastante comentado atualmente e que causa insegurança em muitas celebridades é o cancelamento. Você tem medo de ser cancelado por algum motivo? Como lida com essa questão?

LUAN SANTANA – Eu tenho segurança dos meus atos, dos meus valores, sou um homem que tem empatia por tudo e por todos.

LINHA ABERTA – Hoje com 30 anos de idade, você percebe que está mais madu­ro, em outra fase da sua vida? Em quais aspectos você sente tal maturidade?

LUAN SANTA DURANTE UM DE SEUS SHOWS NO BRASIL. FOTO: DIVULGAÇÃO

LUAN SANTANA – Eu sou bem seguro e sei o que quero. Claro que bate, às vezes, aquela bad, mas a maturidade que os 30 anos te pro­porciona te dá equilíbrio. Eu me sinto mais seguro, maduro. Estou numa fase de colher os frutos, de boas energias. Eu amadureci na imagem e no som. É um processo natural. Parafraseando o Raul Seixas, a gente é um ser mutante, uma metamorfose ambulante. Eu me sinto na melhor fase da minha vida e da minha carreira.

LINHA ABERTA – Nas redes sociais você também é um grande sucesso. No Insta­gram, por exemplo, você tem a marca es­petacular de 29, 6 milhões de seguidores. Você tem alguns cuidados com aquilo que declara ou posta nas suas redes sociais? Se sim, quais são eles?

LUAN SANTANA – Todo o meu trabalho, seja de músicas, até posts em redes sociais, se­guem a minha essência. Eu sou o que o Brasil inteiro já conhece. Então, é muito difícil que saia algo diferente do que eu vivo.

LINHA ABERTA – Durante as suas turnês pelos Estados Unidos como foi a recep­tividade do público que compareceu aos seus shows? Fale-nos sobre essa experi­ência?

LUAN SANTANA – O melhor impossível! Eu me senti muito acolhido. Foi como se eu estivesse

LUAN SANTANA FOTÓGRAFO: BRUNO FIORAVANTE
Share

Related posts