My Partner
Lytron

Abril já sente o impacto do aumento da pandemia, diz o ministro da economia, Paulo Guedes

SEGUNDA ONDA PANDÊMICA DO COVID-19 GERA IMPACTOS ECONÔMICOS, SEGUNDO MINISTRO PAULO GUEDES.

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou que os primeiros resul­tados de março da arrecadação federal mantiveram o ritmo de crescimento, mas admitiu que as receitas do governo federal devem sofrer um impacto com o recrudescimento em abril.

“Com essa nova pancada na econo­mia brasileira, é evidente que devemos sofrer algum impacto em abril”, reconheceu Guedes, que sinaliazou a queda ainda na primeira quinzena de março.

”A economia brasileira estava em plena recuperação após o mergulho profundo sob o impacto da primeira onda da pandemia de covid-19. Estamos man­tendo e até criando empregos após uma recessão”, completou o ministro.

Paulo Guedes, disse os dados da ar­recadação federal de março mostram que as receitas estavam mantendo o ritmo verificado em fevereiro, quando o recolhi­mento de tributos foi recorde, mas que os números da segunda quinzena do mês de março mostram a queda na economia, e sinalizam que esta queda se mantém em abril, mostrando o impacto do recrudes­cimento da pandemia. “Evidentemente, daí para a frente, com recrudescimento da pandemia, pancada na economia bra­sileira, é evidente que devemos sofrer o impacto na economia”, disse Guedes.

O ministro voltou a falar sobre a importância da vacinação em massa, res­saltando que ela é o único caminho para garantir o retorno seguro das pessoas ao trabalho, particularmente os mais vulneráveis.

O ministro Paulo Guedes disse que, além do auxílio emergencial, é obrigação do governo garantir a vacinação em mas­sa nos “próximos três, quatro meses”.

A arrecadação federal teve cresci­mento real de 4,3% em fevereiro sobre o mesmo mês do ano passado e somou 127,7 bilhões de reais, melhor resultado desde o início da série da Receita, em 2000. O recolhimento do bimestre, de 308 bilhões de reais, também foi recorde. Os resultados de março serão liberados no início de abril.

Share

Related posts