Tony Bennett revela Alzheimer e diz que gravar novas músicas é ‘terapia’

Tony Bennett, ícone da música norte-americana, revelou que está lutando desde 2016 contra o Mal de Alzheimer. O cantor de 94 anos, sua família e seus colaboradores artísticos falaram pela primeira vez sobre a doença em um artigo da revista AARP (ONG norte-americana que trabalha em questões que afetam a população idosa). Depois de mais de 5 anos, Tony Bennett e sua família estão se abrindo sobre o diagnóstico do cantor com a doença de Alzheimer.

O lendário cantor começou a apresentar os sintomas da doença em 2015, segundo reportagem da revista AARP, a quem agradeceu no Twitter por permitir que contasse sua história. “A vida é uma dádiva – mesmo com Alzheimer.

Agradeço a [sua esposa] Susan e à minha família pelo apoio e à @AARP The Magazine por contar minha história”, escreveu ele. Bennett foi oficialmente diagnosticado com Alzheimer em 2016, mas o público não sabia de sua saúde em declínio porque ele continuou se apresentando. Com o incentivo de sua equipe de neurologistas, Bennett continuou a cantar e tocar música em casa para ajudar a estimular seu cérebro de forma positiva. Ele também mantém uma dieta especial e se exercita regularmente com um treinador.

A esposa de Bennett, Susan, e seu filho mais velho, Danny, também falaram para a revista, descrevendo como Bennett conseguia se sair bem mesmo confuso..

Share

Related posts