Lytron
My Partner

Como identificar e tratar o bullying?

Patricia Bernardon
@patricia.bernardon

NORMALMENTE OS AGRESSORES DA FASE ADULTA SÃO OS MESMO DA INFÂNCIA, UM PROBLEMA NUNCA TRATADO. ENTÃO COMO IDENTIFICAR E TRATAR O BULLYING AINDA NA FASE ESCOLAR?

NA COLUNA MOM’S TEAM DESTE MÊS VAMOS FALAR DE UM ASSUNTO MUITO DEBATIDO E MAIS RECORRENTE ENTRE AS CRIANÇAS NO AMBIENTE ESCOLAR, O BULLYING, QUE NADA MAIS E QUE O MALTRATO FÍSICO OU PSICOLÓGICO E QUE FAZ VITIMAS DE TODAS AS IDADES, INCLUSIVE ADULTOS.

Em situações de trabalho por exemplo, o bullying SE APRESENTA EM FORMA DE UMA BRINCADEIRINHA. Quando tiram sarro de um adulto que é gordo, careca, baixo, fazendo com que a pessoa se sinta humilhada e agredida.

A motivação será sempre a mesma.

E VALE TANTO PARA CRIANÇAS QUAN­TO PARA ADULTOS: PESSOAS QUE NÃO SABEM EXTERNALIZAR UMA FRUSTRAÇÃO CONVERSANDO e acabam atacando o outro. EM AMBOS OS CASOS a primei­ra consequência PARA UMA PESSOA QUE SOFRE BULLYING É O ISOLAMENTO SOCIAL.

A melhor maneira de evitar o bullying é abordando temáticas sobre a diversi­dade, pois elas colocam as diferenças em evidência, valorizando-as. Junto a isso, estimular o diálogo e a resolução de conflitos entre os alunos é outra estraté­gia que funciona.

Princípios como altruísmo, cooperação e empatia também são ótimos temas a serem trabalhados, porque promovem a reflexão sobre como interagir e viver em sociedade.

Diversas práticas podem ser feitas com esse intuito, sempre de forma lúdica, uma vez que estamos tratando da educação infantil.

Listamos algumas DICAS a seguir:

Realizar debates nos quais todos possam falar e argumentar;

Fazer leituras de obras literárias e conver­sas sobre elas;

Promover atividades solidárias como trocas e doações;

Utilizar jogos em equipes que foquem na colaboração;

Propor jogos teatrais que incentivem a liberdade de expressão;

Proporcionar momentos de criação artística coletiva;

Incentivar as habilidades de escuta junto à expressão pessoal.

Share

Related posts