Lytron
My Partner

A era Biden e a imigração

TEXTO DE LAINE FURTADO
@LAINEFURTADO

COMO A POLÍTICA MIGRATÓRIA DO PRESIDENTE JOE BIDEN AFETA OS IMIGRANTES? OS EUA SÃO O DESTINO DOS SONHOS DE MUITOS MIGRANTES, INCLUSIVE DOS BRASILEIROS. COM A MUDANÇA DE ADMINISTRAÇÃO NO GOVERNO AMERICANO, JOE BIDEN DECIDIU JÁ NOS PRIMEIROS DIAS, MODIFICAR UMA SÉRIE DE REGULAMENTAÇÕES DA ERA TRUMP EM VÁRIAS ÁREAS DO GOVERNO. A ADVOGADA DE IMIGRAÇÃO, DRA. INGRID DOMINGUES MCCONVILLE, EM ENTREVISTA À REPORTAGEM DA REVISTA LINHA ABERTA, FALA SOBRE UMA VARIEDADE DE PROTEÇÕES E DIVERSAS MUDANÇAS NA POLÍTICA DE IMIGRAÇÃO DE BIDEN.

A ADVOGADA DE IMIGRAÇÃO, DRA. INGRID DOMINGUES MCCONVILLE (FOTO) EXPLICOU QUE O PRESIDENTE JOE BIDEN (FOTO)
ORDENOU O ESTABELECIMENTO DE UMA VARIEDADE DE PROTEÇÕES E DIVERSAS MUDANÇAS NA POLÍTICA DE IMIGRAÇÃO.

Em seus primeiros dias de governo, Biden enviou um projeto de lei ao Congresso em que estipula que indivíduos sem permissão de resi­dência nos EUA devem ter a chance de obtê-la – e, a longo prazo, até mesmo de conseguir cidadania americana. Tal medida pode afetar cerca de onze milhões de pessoas.

Além disso, o novo presidente americano ordenou uma suspensão das deportações por cem dias, período durante o qual as regula­mentações de imigração do país serão revistas. Biden também está buscando um equilíbrio na linguagem: a palavra alien (estrangeiro), por exemplo, deve ser substituída por noncitizen (não cidadão) em todos os textos legais, a fim de reconhecer “os EUA como uma terra de imigrantes”.

Entre as primeiras ações de Biden como presidente, temos modificar as políticas imi­gratórias do ex-presidente Donald Trump. A advogada de imigração, Dra. Ingrid Domingues McConville, explicou que Biden ordenou o es­tabelecimento de uma variedade de proteções e diversas mudanças na política anti-imigrante. A seguir, Ingrid McConville comenta e faz um resumo das medidas que o presidente tomou até agora, com destaque para as mudanças na área de imigração. Confira as ordens executivas do presidente Joe Biden.

ORDEM EXECUTIVA REVISANDO AS POLÍTICAS DE IMIGRAÇÃO

Revogando uma política da era Trump que reprimia as comunidades que protegiam os imigrantes sem documentos da deporta­ção, Biden prometeu “proteger a segurança nacional e de fronteira” e “enfrentar os desafios humanitários na fronteira sul”.

ORDEM EXECUTIVA INCORPORANDO IMIGRANTES INDOCUMENTADOS AO CENSO

Imigrantes sem documentos serão contados na contagem da população nacional.

PROCLAMAÇÃO DE BIDEN INTERROMPE FUNDOS DO MURO DE FRONTEIRA

Biden encerrou a construção e o financia­mento do muro na fronteira sul dos Estados Unidos.

MEMORANDO RESTABELECENDO A PARTIDA FORÇADA PARA OS LIBERIANOS

Biden bloqueou a deportação de refugiados liberianos que viviam nos EUA, restabelecendo o adiamento de sua partida forçada concedida pelos governos Bush e Obama.

PROCLAMAÇÃO QUE PÕE FIM À PROIBIÇÃO DE ENTRADA NOS ESTADOS UNIDOS DE PAÍSES DE MAIORIA MUÇULMANA

A proclamação de Biden reverteu a política de Trump que proibia a entrada de refugiados e residentes de sete países predominantemente muçulmanos nos EUA e ordenou propostas em 45 dias para retomar os pedidos de vistos.

OUTRAS MEDIDAS APROVADAS

Em sua primeira semana de trabalho como presidente, Biden está prestes a continuar descartando uma série de políticas da era Trump, incluindo a polêmica proibição militar para transgêneros.

MEMORANDO DE APROVAÇÃO DE REGRAS APROVADO NOS ÚLTIMOS DIAS DA PRESI­DÊNCIA DE TRUMP

De acordo com o memorando de Biden, todas as novas regras e também as regras penden­tes aprovadas nos últimos dias da gestão de Trump serão revisadas pelos chefes de depar­tamento e agência.

ORDEM EXECUTIVA DE RETOMADA DO ACORDO DE PARIS SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Cumprindo uma de suas principais promessas de campanha, Biden se comprometeu a colo­car os EUA de volta no Acordo de Paris sobre mudanças climáticas – um pacto internacional que visa reduzir as emissões que causam o aquecimento global. Trump retirou-se do acordo em 2017, citando custos para os contri­buintes americanos.

PRESIDENTE JOE BIDEN E VICE PRESIDENTE KAMALA HARRIS: NA CONTAGEM DOS 100 PRIMEIROS DIAS DE GOVERNO

ORDEM EXECUTIVA PARA PROMOVER A IGUALDADE RACIAL

Biden ordenou que seu governo conduzisse avaliações de suas agências, enviando recur­sos para “promover a equidade para todos, incluindo pessoas de cor e outros que foram historicamente mal servidos, marginalizados e afetados adversamente pela pobreza e desi­gualdade persistentes”.

ORDEM EXECUTIVA EXIGINDO O USO DE MÁSCARA EM ÓRGÃOS FEDERAIS

Biden determinou o uso de máscaras e o dis­tanciamento social em todas as organizações federais. Embora o presidente não tenha auto­ridade para instituir um mandato de máscara por todo o país, a ordem também “incentiva o mascaramento em toda a América”.

ORDEM EXECUTIVA QUE COORDENA UMA RESPOSTA DA COVID-19 EM TODO O GOVERNO

A ordem de Biden criou o cargo de coordena­dor de resposta da Covid-19, que aconselhará o presidente e supervisionará a distribuição de vacinas, testes e outros suprimentos.

ORDEM EXECUTIVA FOCANDO NOVAMENTE NA CRISE CLIMÁTICA E CANCELANDO A LICENÇA KEYSTONE XL

Juntamente com uma variedade de ações para “promover a justiça ambiental”, Biden revogou a licença para o polêmico oleoduto Keystone XL – um sistema de oleoduto de 1.200 milhas projetado para transportar petróleo bruto do Canadá para os EUA que corta terras indígenas. A medida também restaura vários monumentos nacionais.

ORDEM EXECUTIVA QUE PROÍBE A DISCRIMINAÇÃO COM BASE NA IDENTIDADE DE GÊNERO OU ORIENTAÇÃO SEXUAL

A ordem de Biden estenderá as proteções federais contra a discriminação aos membros da comunidade LGBTQ, construindo a decisão da Suprema Corte em Bostock v. Clayton Coun­ty, Geórgia, no ano passado para expandir as proteções contra a discriminação com base no sexo no governo federal, agências para incluir orientação sexual, identidade de gênero e expressão de gênero.

Essas foram as principais mudanças no início da administração Biden. Segundo a advogada, a torcida é que independente de quem esteja no comando, as medidas venham somar para o crescimento do país, proporcionando e melhorando as oportunidades para todos, cidadãos e imigrantes que vivem nos Estados Unidos. O presidente Joe Biden ainda aprovou várias ordens em relação à COVID 19, no que tange à saúde, emprego, economia, estímulos econômicos e comissões para certificação da distribuição da vacina para o maior número de pessoas no país.

Dra. Ingrid Domingues McConville é advogada há 25 anos, brasileira- americana, e vive nos EUA desde sua infância, somando 55 anos de América. Já vivenciou diversas transições pre­sidenciais e considera essas mudanças iniciais comuns sempre que há uma nova administra­ção assumindo o comando do país. Ela é CEO e presidente do escritório de imigração DM VISA LAW, que fica localizado na Flórida, US. Para informações sobre o assunto, consulte o website e redes sociais da DM VISA LAW.

Website: www.dmlawfl.com

Share

Related posts