Índia começa a exportar vacina para o Brasil a partir de quarta-feira

 
Butão e Bangladesh serão os primeiros países a receber lotes da vacina de Oxford produzida pelo Instituto Serum.
A Índia iniciará as exportações de vacinas da covid-19 na quarta-feira (20), segundo fontes do governo disseram à agência de notícias Reuters. O país irá comercializar a vacina desenvolvida pela universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca e fabricada na no país pelo Instituto Serum.
 
O primeiro lote será enviado o Butão amanhã e nos próximos dias mais dois milhões de doses da vacina serão despachadas para Bangladesh. Outras dezenas de nações estão na fila para adquirir o imunizante, inclusive o Brasil.
O governo do primeiro-ministro Narendra Modi, no entanto, preferiu garantir a campanha nacional de vacinação, que começou em 16 de janeiro, antes de iniciar a venda da dose para outras nações.
 
A vacina de Oxford pode ser armazenada à temperatura de um refrigerador e é vista como uma opção mais viável para países mais pobres, já que as vacinas da Pfizer e da Moderna precisam ser armazenadas a temperaturas muito baixas, cerca de 70 graus negativos.
 
Share

Related posts