My Partner
Lytron

Governo Biden muda postura dos EUA em relação ao aborto na OMS

O governo do novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anuncia na Organização Mundial da Saúde (OMS) que vai abandonar o posicionamento de Donald Trump sobre saúde reprodutiva e direitos sexuais, segundo informações do The Guardian.

Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos (NIAID), anunciou algumas mudanças sobre a postura do governo Biden sobre o tema antiaborto, após ser escolhido para chefiar a delegação dos Estados Unidos ao grupo de saúde global, em um dos primeiros atos de Joe Biden na presidência.

Como uma das iniciativas, Fauci afirmou que Biden irá revogar a ‘política da Cidade do México’ nos próximos dias, como parte de seu compromisso mais amplo de proteger a saúde das mulheres e promover a igualdade de gênero.

A política da Cidade do México proibia ONGs estrangeiras de realizar abortos como condição para receber ajuda de planejamento familiar dos Estados Unidos. Introduzido por Ronald Reagan em 1984, foi revogado por todos os presidentes democratas e reintegrado por todos os republicanos desde então.

FOTO: Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, anunciou algumas mudanças sobre a postura do governo americano (Crédito: Reprodução/ Site NIAID)

Share

Related posts