Lytron
My Partner

Economia da China cresce 2,3% em 2020, apesar da pandemia

 
Apesar da pandemia de covid-19, o Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 2,3% em 2020 em comparação com o ano anterior, anunciou nesta segunda-feira (18/01) o Departamento Nacional de Estatísticas (NBS).
O crescimento, no entanto, é o menor registrado em mais de quatro décadas, desde que o país comunista começou a implementar grandes reformas econômicas nos anos 1970. Em 2019, o avanço havia sido de 6,1%.
 
A alta do PIB chinês em 2020 foi impulsionada sobretudo pelos bons resultados do último trimestre de 2020, quando a economia chinesa cresceu 6,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior, surpreendendo economistas. Para 2021, o Fundo Monetário Internacional (FMI) projeta um crescimento econômico superior a 8%.
 
No entanto, de acordo com o comissário da NBS Ning Jizhe, a base para a recuperação econômica da China “ainda não está firme”. “Existem muitas incertezas quanto à dinâmica da pandemia, bem como no ambiente externo”, afirmou.
 
O PIB de 2020 totalizou 102 trilhões de yuans (15,6 trilhões de dólares), de acordo com o governo chinês. Isso equivale a cerca de 75% dos 20,8 trilhões de dólares projetados pelo FMI para o PIB dos EUA, que deve encolher 4,3% em relação a 2019. O FMI estima que a China terá cerca de 90% do tamanho da economia dos EUA até 2025.
 
Share

Related posts