My Partner
Lytron

Eliana – A apresentadora brasileira faz um balanço da carreira, da TV brasileira e conta como enfrentou o novo coronavírus

A apresentadora Eliana Michaelichen, 47 anos, encerra o ano de 2020 com bons motivos para agradecer e curtir ainda mais o seu trabalho e a sua família.

Em junho deste ano, a estrela do SBT foi diagnosticada com o novo coronavírus e enfrentou uma situação bastante difícil, apesar de não ter tido os sintomas da doença: ficar distante dos filhos Arthur, de 9 anos, e Manuela, de 3. Eliana esteve isolada das crianças, porém na mesma casa, e diz que ficou com o coração partido cada vez que escutava a filha pequena chorar ao fazer as principais atividades do dia.

Passado o período crítico, Eliana voltou às suas atividades habituais, ao comando do programa Eliana, que está há 15 anos no ar e é sucesso nas tardes de domingo do SBT.

A carreira da apresentadora começou bem cedo, na década de 80, e o seu primeiro trabalho de destaque foi no grupo musical “A Patotinha”. Depois veio o Banana Split e, alguns anos mais tarde, ela foi então convidada trabalhar na emissora da família Abravanel.

Eliana se diz orgulhosa por compar­tilhar o mesmo dia da semana com o “maior apresentador da TV brasileira”, Silvio Santos, e que também é, por acaso, o seu patrão. Aliás, Silvio sempre viu nela um grande potencial, desde o início da sua carreira, quando ele a convidou para participar do programa “Qual é a Música?” e, depois, deu um programa infantil para ela apresentar, o “Festolândia”.

Em seguida, vieram outros programas infantis e, em 1998, a brasileira foi para a Record TV Em 2009, porém, Eliana voltou ao SBT, onde permanece até hoje.

Na vida pessoal, a apresentadora vive uma fase plena e feliz ao lado do seu terceiro marido, o diretor de TV Adria­no Ricco, 43 anos, com quem teve a pe­quena Manuela. O primogênito Arthur é filho da artista com o seu ex-marido, o músico João Marcelo Bôscoli.

Confira a seguir a entrevista que Eliana concedeu à Linha Aberta Magazine.

1-LINHA ABERTA – Como você avalia a fase atual da sua carreira? Você está realizada profissionalmente ou gostaria de apresentar um programa com um novo formato?

ELIANA – São 15 anos comandando um programa de auditório, no dia mais desejado e concorrido da TV. Dividir o domingo ao lado do maior comunicador da televisão, por tantos anos, é uma honra. Ser a única mulher a per­manecer por anos consecutivos num hall antes masculino e uma representante feminina nesse meio é uma conquista. Agora, eu sempre penso em novos desafios.

2- LINHA ABERTA – Qual o balanço que você faz da TV brasileira atualmente, da programação e das opções de entretenimento ao telespectador?

ELIANA – A TV precisou se alinhar à concor­rência, ao streaming e à Internet por exemplo, e levar os seus conteúdos para essas plataformas de comunicação. Como comunicadora, eu falo com um público grande nas minhas platafor­mas digitais. Ali eu apresento conteúdos sobre maternidade, estilo de vida e terceiro setor. A comunicação fora da TV se ampliou. No meu caso, eu falo com quase 40 milhões de segui­dores nas minhas redes (IG, Facebook, TikTok e Twitter). Então, nós viramos produtores de conteúdo nessas plataformas.

3- LINHA ABERTA – Como foi a experiên­cia de ter tido coronavírus? E qual foi a fase mais difícil para você?

ELIANA – Eu fui abençoada por ter passado por esse vírus de maneira assintomática. A gran­de dificuldade foi o isolamento dos meus filhos. Ouvir a minha filha chorar querendo a mãe na hora de dormir, de tomar banho e durante o almoço, por exemplo, partia o meu coração. Eu chorei todos os dias, uns 15, e todos eles foram emocionalmente difíceis.

4-LINHA ABERTA – Essa experiência de ter enfrentado o coronavírus serviu para você refletir sobre a vida, para encará-la de um modo diferente ou repensar algumas questões?

ELIANA – A pandemia mostrou que nada é mais importante do que o afeto e o contato fí­sico, e de estarmos unidos com quem amamos. E que a felicidade está nas coisas simples, que dinheiro algum a compra e que a vida é o agora. Viva e ame hoje!

5- LINHA ABERTA – O seu programa aos domingos está no ar desde 2005 e passou por várias fases. Ele está sempre se inovando, com quadros diferentes, sempre buscando atender às expectativas dos telespectadores dominicais. Você acha importante esse aspec­to dinâmico que ele tem? Essas mudanças também ocorrem em função da audiência?

ELIANA – São 15 anos de programa aos domingos. Inovar é preciso sempre, em todas as áreas. Respeitar o público e não subestimá­-lo é fundamental para ganhar credibilidade e confiança. O conteúdo precisa ser bem feito e respeitoso, sempre! Eu já visitei Cannes para trazer quadros de sucesso, como foi o caso do “Minha Mulher que Manda” – “My Wife Rules”. Portanto, eu gosto de participar de todas as etapas.

6-LINHA ABERTA – Como é ter Silvio Santos como patrão? Quais são as suas impressões sobre o ícone da TV brasileira?

ELIANA – Eu tenho profundo respeito e carinho por ele. Silvio Santos é o maior comunicador da TV brasileira e o único apresentador que tem a sua própria emissora. Eu o admiro em todas as esferas, como pai, comunicador e empreendedor. Ele é um patrão atento e justo.

7- LINHA ABERTA – Há rumores que a TV Globo está querendo a sua ida para a emissora. Isso procede? Eles já fizeram algum contato com você para conver­sar sobre essa questão?

ELIANA – Houve um contato há muitos anos, na época do infantil. Depois disso nunca mais falamos sobre contratação.

8- LINHA ABERTA – Você está casada com o diretor de TV Adriano Ricco, com quem teve a sua filha Manuela. Também tem o filho Arthur, fruto do seu casamento anterior. Você parece estar vivendo uma fase muito feliz do seu casamento. Você e o Adriano se completam, são realmente muito entrosados?

ELIANA – Escolher estar sempre com a mesma pessoa, independentemente dos desafios do dia a dia, faz com que estejamos juntos nesses 6 anos. Não há fórmula para dar certo, o relacionamento a dois é uma construção diária baseada em respeito, além do amor.

9- LINHA ABERTA – Como está sendo a experiência da maternidade para você?

ELIANA – Ser mãe é aprender todos os dias com os filhos e melhorar como ser humano para dar bons exem­plos. O Arthur e a Manu são os melhores presentes que a vida me deu, são bênçãos de Deus.

10- LINHA ABERTA – Quais são os seus segredos de beleza? O que você faz para manter a juventude e boa forma?

ELIANA – Obrigada pelo elogio! Eu procuro fazer coisas que me deem prazer e me façam feliz. Estar com a saúde mental em dia reflete positivamente na vida. Além disso, eu sempre fiz exercício físico, dança e gosto de estar em movimento. Em casa todos se alimentam de maneira saudável.

11- LINHA ABERTA – Você moraria nos Estados Uni­dos, gosta do país? Quais são os lugares que prefere?

ELIANA – Nós gostamos da Califórnia, amamos Los Angeles e São Francisco, mas também adoramos a Flóri­da, Miami e o Colorado, no inverno. Sobre morar, ainda não temos planos, mas viver um período com as crianças poderia ser uma experiência interessante no futuro.

Share

Related posts