sensus
Lytron
My Partner
Sebrae
Census

EUA recomendam doses menores de medicamentos para combater insônia

As autoridades americanas recomendaram a fabricantes de medicamentos para o sono que reduzam a dosagem recomendada por causa de evidências que demonstram que algumas pessoas acordam grogues e sem condições de realizar atividades como dirigir.

O ingrediente ativo para combater a insônia é denominado zolpidem e está presente em medicamentos como Ambien, Edluar e Zolpimist.

A ordem para que laboratórios reduzam a dosagem recomendada veio da agência reguladora de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos (Food and Drugs Administration, FDA).

Segundo a fonte, novos dados demonstraram que o zolpidem pode causar os níveis sanguíneos de alguns pacientes subir o suficiente na manhã depois da ingestão para atrapalhar atividades que demandam alerta máximo, como dirigir.

O Ambien e outra versão de maior duração chamada Ambien CR são produzidos pelo grupo farmacêutico Sanofi. Mas há 13 versões genéricas ao redor do mundo, incluindo o Edluar e o Zolpimist nos Estados Unidos.

As mulheres eliminam o zolpidem de seus corpos mais lentamente do que os homens. Por isso, o FDA informou ter avisado alguns fabricantes a reduzir a dose recomendada para as pacientes do sexo feminino.

A rotulagem deve recomendar que profissionais de saúde considerem uma dose menor para os homens, informou a FDA em um comunicado.

‘Para reduzir o risco em potencial de danos de todos os medicamentos contra a insônia, os profissionais de saúde devem prescrever e os pacientes devem ingerir a menor dose capaz de tratar a insônia do paciente’, disse Ellis Unger, chefe do centro de avaliação de medicamentos da FDA.

Share

Related posts