Lytron
My Partner
Census

Governo mexicano elabora base de dados biométricos de estrangeiros

O governo do México vai elaborar uma base de dados biométricos de estrangeiros no país com o objetivo de ter "um melhor controle" e "detectar possíveis criminosos internacionais ou supostos membros de grupos terroristas", informou a imprensa local nesta sexta-feira.

De acordo com o jornal "La Jornada", que citou "funcionários federais que integram o gabinete de segurança social", a base de dados incluirá os que moram no país de forma permanente ou temporária.

A base será alimentada em conjunto com os governos dos 31 Estados e do Distrito Federal com o propósito de que todas as Procuradorias e Secretarias de Segurança Pública do país tenham capacidade de identificar prováveis riscos para a segurança.

O jornal indicou que, para o projeto, o governo federal investirá 300 milhões de pesos (cerca de R$ 40 milhões) com os quais instalará equipamentos que poderão incluir registro de íris, mostra sanguínea e pontos que determinam traços faciais.

A estimativa é que já em 2012 o INM (Instituto Nacional de Imigração) comece a elaborar novas formas migratórias dos estrangeiros no país.

Share

Related posts