Lytron
My Partner
sensus
Census
Sebrae

Cresce oferta de bolsas de estudo no exterior

A notícia é boa para quem deseja fazer pós-graduação no exterior. Algumas provedoras de bolsas de estudo estão aumentando a oferta.

Uma delas é a Fundação Estudar, que espera conceder 50 bolsas, contra a média de 35 dos últimos anos.

O governo canadense também ampliou as vagas, mas com novas opções -inclusive uma no valor total equivalente a R$ 119 mil ao ano.

Os números dos programas do governo brasileiro também indicam a tendência. No ano passado, houve crescimento de 13% nas bolsas para fora do país da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior).

“A expectativa para 2011 é alta de 15% a 20% no número de bolsistas no exterior”, afirma o presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães.

Houve, contudo, quem precisasse pisar no freio depois da crise econômica.

Um foi o governo britânico, que, em 2010, cortou verba do programa Chevening.

O Rotary International cancelou, em 2009, a concessão de bolsas com duração superior a 12 meses.

Share

Related posts