Sebrae
Census
sensus
Lytron
My Partner

Resorts em Cancún estão ameaçados por elevação do nível do mar causada pelo aquecimento global

A elevação do nível do mar causada pelas mudanças climáticas provocará a destruição de mais de 300 resorts turísticos de luxo na região do Caribe, como revela um novo estudo divulgado ontem na Convenção do Clima, em Cancún.

Aeroportos, usinas energéticas, estradas e cultivos localizados em áreas mais baixas, bem como grandes regiões turísticas das ilhas serão severamente atingidas e até completamente perdidas, com graves implicações para as economias de cada país e o bem-estar de centenas de milhares de pessoas, de acordo com o relatório.

O relatório sugere que, somente para as 15 maiores nações de língua inglesa, os custos dos danos e dos trabalhos de reconstrução provocados pela elevação do nível do mar até 2080 alcançaria US$ 120 bilhões.

Danos a aeroportos e usinas de energia

Com uma elevação do nível do mar de um metro, o que hoje é considerado altamente provável até o fim do século, “pelo menos 149 resorts de luxo seriam seriamente danificados ou perdidos” no Caribe, juntamente com 21 aeroportos da Comunidade Caribenha (Caricom) e 35 dos 44 portos da região. Se o mar subir dois metros – o que não é, de forma alguma, considerado impossível -, “pelo menos 233 resorts de luxo se perderiam”. Seriam registrados ainda danos graves ou perda total em nove usinas de energia, 31 aeroportos e 710 quilômetros de estradas.

Quando se coloca na conta, além da elevação das águas, o efeito da erosão, os danos se revelam muito piores. Com uma elevação de um metro, a erosão estimada alcançaria de 50 a 100 metros. Com isso, o número de resorts de luxo destruídos poderia chegar facilmente a 307.

Com apoio do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, o Departamento de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido e a Organização dos Estados do Caribe Oriental, o estudo foi produzido pela Caribsave, uma parceria entre o Centro para Mudanças Climáticas da Comunidade Caribenha e a Universidade de Oxford. Coordenado por Murray Simpson, do departamento de meio ambiente da Universidade, o estudo é considerado o mais detalhado já feito sobre os impactos da elevação do nível do mar na região.

– Somos os países mais vulneráveis do mundo, embora sejamos os menos poluentes, afirmou Antonio Lima, embaixador de Cabo Verde nas Nações Unidas, falando em nome de todos os países insulares.

Share

Related posts